Geral

Estudante da Esucri é selecionado para participar de assembleia da ONU

Evento acontecerá em Nova Iorque e terá 50 jovens brasileiros.

Foto: Divulgação

O estudante das Faculdades Esucri, Higor Soares Machado, foi selecionado para participar ser um dos 50 jovens delegados brasileiros que estará na Assembleia da Juventude da Organização das Nações Unidas – ONU neste ano. O evento acontece de 9 a 14 de agosto na sede da ONU em Nova Iorque, nos Estados Unidos.

Segundo Machado, a Assembleia da Juventude (YA) foi criada em 2002 para ampliar o envolvimento dos jovens e a participação em diálogos internacionais nas Nações Unidas. “A delegação brasileira iniciou sua participação na assembleia em 2017. No evento teremos palestras com especialistas internacionais, workshops, painéis de trabalhos, reuniões em grupo, debates diretos sobre as temáticas entre os delegados e ações com impacto global para solucionar problemas ainda existentes na humanidade”, destaca o estudante.

Filho de empreendedores rurais de Sombrio, Machado está em Criciúma há três anos para cursar Direito. Atualmente, se divide entre a faculdade e a administração de um pub junto com o irmão. “Serei um representante de Santa Catarina e do Sul do estado para todo o mundo. É uma ótima oportunidade”, afirma Higor.

Colaboração: Amanda Garcia Ludwig / Comunicação Esucri

Notícias Relacionadas

ONU pede proteção a mulheres e crianças vítimas de violência doméstica

Para secretário, confinamento imposto por Covid-19 aumenta violência

Empretec: metodologia da ONU para pequenos empreendedores está com inscrições abertas

Seminários serão realizados pelo Sebrae ainda neste mês.

ONU e organismos internacionais defendem liberdade de expressão online

O texto afirma a necessidade de Estados terem leis e outros tipos de normas para assegurar a liberdade de expressão no cenário atual, promovendo um ambiente de mídia mais plural e diverso.

Comin apresenta parecer favorável a projeto que cede imóvel para servidores de Criciúma

O imóvel em questão está localizado no Distrito do Rio Maina. O prédio ficou conhecido pela população por abrigar o Batalhão da Polícia Militar na cidade.