Geral

Estudante do Colégio Universitário vê no empreendedorismo uma oportunidade

Izadora de Oliveira iniciou seu próprio negócio a partir das aulas de Educação Financeira da instituição

Divulgação

O empreendedorismo é um dos focos na educação dos estudantes do Colégio Universitário, de Criciúma. Segundo o Global Entrepreneurship Monitor (GEM), o maior estudo unificado sobre empreendedorismo no mundo, mais de 51% dos novos empreendedores do país possuem entre 18 e 34 anos. A instituição vai além e já começa este tipo de ensino e da educação financeira desde o Fundamental I.

Um exemplo disso é a aluna de 13 anos Izadora de Oliveira. Prestes a iniciar o oitavo ano no Colégio, ela já comemora os resultados do negócio de canetas que abriu em agosto do ano passado. “Comecei a ter aulas de Educação Financeira e contei para minha mãe que estava sendo muito interessante e divertido aprender sobre empreendedorismo. A partir disso, meus pais decidiram abrir uma loja para mim”, lembra.

O nome escolhido foi Sonhe Alto e Izadora lembra da empolgação em investir 50 reais e conseguir o dobro do valor. “Fomos investindo mais dinheiro e aumentando os produtos e preços. No início vendia em uma caixinha pequena e agora carrego uma mala. Às vezes, vou à casa dos clientes com os produtos e também faço vendas pelo Direct do Instagram e WhatsApp”, comentou.

De canetas simples, a estudante já vende dos mais diversos tipos: colorida, de personagens, com pingentes, entre outras. “Atualmente tenho post-its, borrachas, cadernos pequenos, marca textos, marca páginas, clips. Com o tempo, já pretendo vender outros itens de papelaria como régua e penal. Minha mãe me ajuda muito”, ressalta.

A estudante e agora empreendedora carrega para o dia a dia os ensinamentos das aulas. “Essa ideia de empreender é ótima para os jovens. Aprendi nas aulas como guardar dinheiro, planejar para economizar. Tivemos uma atividade que criamos nossa própria empresa. A organização de custo e lucro é essencial para o crescimento do negócio. Estou vivendo uma experiência muito bacana, que agora virou um sonho. Meus colegas também me deram bastante apoio comprando e divulgando para conhecidos”, concluiu Izadora.

Notícias Relacionadas

Estado anuncia que ampliará leitos de UTI infantil

Unidades de Terapia Intensiva para bebês e crianças enfrentam problema de superlotação em SC

Sensação térmica pode chegar a -20°C na Serra de SC; saiba como se proteger

O frio intenso que atinge Santa Catarina nesta semana pode provocar sensações térmicas abaixo de 0°C em algumas cidades do Estado. No alto da Serra, a previsão é de que moradores sintam frio de até -20°C.

Pão e macarrão podem ficar mais caros em SC com onda de calor na Índia

Segundo maior produtor de trigo do mundo, país bloqueou as exportações do produto por conta da seca

SC tem 18 cidades em nível alto de incidência de casos de Covid-19

Nova matriz de alerta foi divulgado nesta segunda-feira; estado registrou aumento de casos ativos desde o início de maio