Geral

Estudantes de Criciúma recebem orientações sobre combate ao Aedes Aegypiti

Ação é promovida em conjunto pelas Secretarias de Saúde e Educação e o objetivo é prevenir doenças causadas pelo mosquito.

Divulgação

Com intuito de incentivar a prevenção a doenças causadas pelo mosquito Aedes Aegypti, a Secretaria de Saúde, por meio da Vigilância Epidemiológica, em parceria com a Secretaria de Educação, iniciou nesta terça-feira (22) uma ação educativa no Centro de Zoonoses. Ao todo 51 instituições irão participar da atividade, que prossegue até a próxima sexta-feira (25).

Dois alunos de cada instituição, do 4° e 6° ano, participam das atividades. Entre elas a gincana educativa e a visita ao laboratório para observação das larvas do mosquito. “Os alunos têm a missão de ser multiplicadores de informações. O que eles aprendem aqui deve ser levado para as respectivas escolas e também para família, para propagação e prevenção”, enfatizou o secretário de Saúde, Acélio Casagrande.

Segundo a médica veterinária do Centro de Zoonoses (CCZ), Mayara Vieira, a proliferação de larvas é maior durante o verão. “Durante o calor tem maior proliferação do mosquito e quando chove pode deixar água parada em plantas, pneus, terrenos baldios e piscinas. Precisamos orientar para que isso não aconteça e para a procura do CCZ quando for necessário averiguar possíveis focos”, disse.

No final, serão entregues certificados, medalhas e também um jogo de tabuleiro com informações sobre prevenção.

Colaboração: Comunicação DECOM

Notícias Relacionadas

Inseguro para estudantes, ginásio em escola pública em Orleans terá que se adequar, diz Justiça

O Corpo de Bombeiros informou que o ginásio não possui todos os sistemas preventivos considerados vitais.

Atendimento aos estudantes com atividades não presenciais alcança 97% da rede estadual de ensino

O relatório da Diretoria de Ensino da SED indica que 522.325, dos 537.584 alunos matriculados na rede, estão acessando as atividades remotas de forma virtual ou com os materiais impressos.

Portaria atualiza critérios do índice de carência dos estudantes do Programa Uniedu a partir de 2021

As atualizações entram em vigor a partir do dia 1º de janeiro de 2021 e têm como objetivo facilitar o acesso dos estudantes mais carentes às bolsas distribuídas pelo programa.

Saúde de Jacinto Machado visita empresas e passa orientações sobre Covid-19

Atualmente são seis casos confirmados de Covid-19 na cidade e dois deles já recuperados.