Geral

Estudantes de Direito arrecadam livros para penitenciária

A iniciativa tem foco no projeto de remição de pena pela leitura.

Divulgação

Os alunos do curso de Direito da Unisul de Içara estão promovendo uma campanha de arrecadação de livros para a Penitenciária de Criciúma. A iniciativa tem foco no projeto de remição de pena pela leitura. A campanha está sendo realizada em parceria com o DCE da Unidade e os livros podem ser doados até o dia 30 de agosto, nas bibliotecas universitárias da Unisul em Tubarão ou Içara.

A preferência dos livros arrecadados é por obras de romance ou biografias. Não podem ser revistas, jornais, livros de capa dura, nem livros da área jurídica ou poemas. “Além de conhecermos o complexo prisional, levaremos livros que podem ser usados pelos apenados neste projeto que eles participam. Essas visitas também oferecem a experiência ao acadêmico, que vê, na prática, o que aprende em sala de aula”, comenta o estudante de Direito, Dalnei de Assunção de Castro, Diretor de Eventos do DCE de Içara e idealizador da campanha.

Além da visita a Penitenciária de Criciúma, os estudantes do curso de Direito de Içara também visitarão, durante o semestre, a Polícia Federal, o Ministério Público Federal, Fórum, OAB, Quartel Geral do Exército, Ministério Público Estadual, Tribunal em Florianópolis e muito mais.

Notícias Relacionadas

Assistentes sociais do Poder Judiciário estudam garantia do direito à convivência familiar de crianças e adolescentes

Os nove pesquisadores integrantes do grupo trabalharam na elaboração de um subprojeto para a produção e disseminação de conhecimentos e o aperfeiçoamento de metodologias de trabalho na área

Onze estudantes vão para Hospital após incêndio em escola de Braço do Norte

Não houve queimaduras, apenas intoxicação por causa da fumaça.

Estudantes de Siderópolis visitam Feira Agroponte para incentivar a permanência no campo

A permanência no campo e a valorização da profissão foram os objetivos da visita de mais de 50 estudantes

Polícia prende traficantes que vendiam drogas para estudantes em Criciúma

Os homens passavam a droga em uma casa próxima a Escola Miguel Giacca