Geral

Ex-advogado é condenado a 18 anos de prisão por assassinato da namorada em SC

Ele teria golpeado a mulher com 16 facadas e a asfixiado no apartamento onde moravam; negociação de rendição do homem parou a cidade à época

Divulgação

Paulo de Carvalho Souza foi condenado a mais de 18 anos de prisão em Balneário Camboriú pela morte da advogada Lucimara Stasiak. Ele teria golpeado a namorada com 16 facadas e a asfixiado no apartamento em que moravam no Centro.

O crime foi julgado como feminicídio.

O assassinato aconteceu em março de 2019. Lucimara foi morta no início da tarde do dia 28. Paulo manteve o corpo da namorada no quarto do casal e usou produtos químicos e gelo para mascarar o cheiro do cadáver, segundo o Ministério Público do Estado.

No dia do assassinato, os vizinhos ouviram gritos e, diante do comportamento suspeito do homem nos dias seguintes, chamaram a Polícia Militar. Inicialmente ele mentiu e afirmou aos policiais que a companheira havia ido visitar a avó em Blumenau, mas acabou confessando o crime. Ele se rendeu após 24 horas de negociações.

De acordo com testemunhas ouvidas durante o processo, o homem exercia controle sobre a vida de Lucimara em relação a roupas, amizades, locais que podia frequentar e mantinha um sentimento de posse sobre a companheira.

Os jurados consideraram Paulo culpado por homicídio quadruplamente qualificado, praticado contra a mulher por razões da condição do sexo feminino, no contexto da violência doméstica, por motivo torpe e por ter sido executado por meio cruel e de maneira que impossibilitou a defesa da vítima.

A pena é de 18 anos e oito meses de prisão em regime fechado.

Com informações do NSCTotal

Notícias Relacionadas

Balneário Rincão ganha rota gastronômica com 26 locais para conhecer

Iniciativa faz parte do Plano Municipal de Turismo e visa transformar a cidade em um destino turístico durante o ano inteiro

Região Sul do país tem melhora nas desigualdades sociais em saúde, diz FioCruz

Mesmo com a “ligeira redução”, como define a FioCruz, 65 dos 84 municípios que estiveram classificados na lista dos mais desiguais da Região Sul no início da pandemia permanecem nessa condição

SC tem aumento de 271% dos casos confirmados de dengue no 1º semestre de 2022

No Estado, 77 pessoas tiveram mortes confirmadas pela dengue neste ano

Criança de 2 anos é atropelada por ônibus em SC

Bombeiros informaram que a menina teve ferimentos graves e foi levada ao hospital; ela sofreu fraturas expostas