Segurança

Ex-policial militar condenado por matar cinco pessoas da mesma família é preso em Laguna

Os crimes aconteceram em 2016, em Porto Alegre, no Rio Grande do Sul, e ele estava foragido da Justiça há por volta de dois anos.

Foto: Divulgação

Um ex-policial militar condenado por matar cinco pessoas da mesma família em Porto Alegre, no Rio Grande do Sul, foi preso em Laguna. O homem estava foragido e foi localizado pela polícia em um apartamento no Mar Grosso. Ronaldo dos Santos, de 57 anos, era subtenente da reserva e morava em Tubarão quando cometeu os crimes. Após ser condenado, Ronaldo foi expulso da corporação. Os crimes aconteceram em 2016.

Segundo a Polícia Militar, o ex-PM estava foragido da Justiça há por volta de dois anos, desde o julgamento que o condenou pelos assassinatos. Após ser preso, ele foi conduzido à Unidade Prisional de Laguna e colocado à disposição da Justiça. Os corpos das vítimas foram encontrados no dia 2 de junho de 2016 em adiantado estado de decomposição, no interior de uma casa no bairro Jardim Itú-Sabara, Zona Norte de Porto Alegre.

As vítimas foram: Lourdes Felipe, 64 anos, seus filhos Walmyr Felipe Figueiró, 29, e Luciane Felipe Figueiró, 32, além dos netos João Pedro Figueiró, cinco anos, e Miguel, de um mês. Segundo o Ministério Público do Rio Grande do Sul (MP-RS), quatro pessoas foram assassinadas com um tiro de revólver calibre 22 na cabeça, e o bebê morreu por asfixia.

Com informações do Jornal Diário do Sul

Notícias Relacionadas

Sentença de pronúncia levará para júri casal acusado por homicídio cometido com espada em Orleans

Segundo os autos, os crimes aconteceram em março deste ano, no bairro Rio das Furnas

Polícia Civil cumpre mandados contra suspeitos de latrocínio em Sombrio

DIC de Criciúma apreende 1,5 kg de maconha e munição de calibre restrito

Revólver, munições e droga são encontrados durante blitz realizada pela PMRv de Içara