Poder Executivo

Ex-prefeito de Rio Fortuna, Isaú Vieira, morre aos 72 anos

O prefeito Lindomar Ballmann decretou Luto Oficial na cidade por três dias.

Foto: Divulgação/Prefeitura de Rio Fortuna

Faleceu na manhã desta terça-feira, 6 de junho, o ex-prefeito de Rio Fortuna, Isaú Vieira. Aos 72 anos, vítima de infarto agudo, Vieira deixa esposa e dois filhos (um em memória). O corpo está sendo velado na Capela Previne, com missa de exéquias marcada para as 15 horas desta quarta-feira, 7 de junho. O prefeito Lindomar Ballmann decretou Luto Oficial na cidade por três dias.

“Seu” Isaú, como era chamado, era conhecido por sua simplicidade e disposição em ajudar o próximo. Foi funcionário público, vereador, vice-prefeito e prefeito entre 1993 e 1996. Casado com Agueda de Medeiros Vieira, teve dois filhos: Airton e Margarete (em memória).

Quem foi Isaú Vieira

Natural de Grão-Pará, começou a trabalhar na prefeitura de Rio Fortuna em 19 de maio de 1964, como operador de estradas. Já na função de motorista, aposentou-se em 18 de fevereiro de 1993, após quase 30 anos de dedicação ao serviço público. Foi vereador em duas oportunidades: de 1977 a 1983, atuando como vice-presidente do Legislativo, e de 1983 a 1988, oportunidade em que presidiu a Câmara de Vereadores. No ano seguinte, 1989, assume como vice-prefeito, tendo Fredolino Roecker, também falecido, como chefe do executivo. Em 1º de janeiro de 1993 assume o mandato na condição de prefeito municipal, permanecendo na função até 31 de dezembro de 1996.

Entre os feitos que marcaram sua administração, seu Isaú se orgulhava em lembrar da pavimentação da rodovia que liga Rio Fortuna à Braço do Norte, antigo anseio de outras administrações e de toda a comunidade riofortunense. Na sua administração também foi instalada a primeira indústria de laticínios da cidade, graças ao incentivo do Município, por meio da doação de um terreno situado na Avenida Sete de Setembro. A instalação da indústria impulsionou a bovinocultura de leite da região e proporcionou o crescimento de um setor no qual Rio Fortuna hoje é destaque.

  • 1680213_resize_fixo_576_432
  • 1680212
  • 1680214_resize_fixo_576_432

Em seu mandado ainda foram pavimentadas com lajotas a Avenida Sete de Setembro, a rua Augusto Ricken e parte da Teodoro Heidemann. Construiu-se o atual prédio do Destacamento das Polícias Civil e Militar e uma área de recreação em anexo à Escola Municipal Professor José Boeing. Ainda destacam-se neste período o alargamento da estrada do Rio Branco e trecho da estrada estadual que vai até a divisa com São Martinho, e a estrada que vai do Rio Café até a divisa com Braço do Norte.

Apesar dos feitos, Vieira também recordava as dificuldades que enfrentou na época. Em depoimento para o livro “Rio Fortuna: Resgatando as origens, cultivando valores, alicerçando o futuro…”, o antigo gestor lembrou da situação financeira da época. Com uma arrecadação baixa, o município foi obrigado a pagar ICMS, Ipesc e Pasep atrasados de outras administrações, o que comprometeu as ações no seu mandato.

“Naquela época tínhamos poucos habitantes, mas devido a grande extensão territorial do município passamos por muitas dificuldades, principalmente na conservação de estradas”, cita em seu depoimento. “Mesmo com todas as dificuldades enfrentadas, sou muito feliz por ter sido prefeito e ter realizado ações na medida do possível. Rio Fortuna é um município ótimo de se morar, onde se esquece as rivalidades partidárias em prol do desenvolvimento”, relatou no livro.

Colaboração: Comunicação da Prefeitura de Rio Fortuna.

Notícias Relacionadas

Amurel recomenda que municípios adotem nova quarentena por causa da Covid-19

Associação dos Municípios da Região de Laguna (Amurel) contempla 18 prefeituras. A situação da região é considerada gravíssima pelo governo de Santa Catarina em relação à doença.

Morre Waldemar Colonetti, presidente da Aproet, aos 76 anos

Vigário paroquial de Capivari de Baixo, padre Hilário Puziski, morre aos 79 anos

Orleans se despede do artista que elevou o nome da cidade

Zé Diabo, criador das Esculturas do Paredão, foi sepultado na manhã de hoje.