Política

Ex-vice-prefeito de Imbituba é sentenciado a pagar quase R$ 800 mil por acumulação de cargos

A sentença sublinha que, mesmo que o réu fosse inexperiente na gestão pública, deveria ter percebido a incompatibilidade entre as atribuições e horários dos cargos ocupados

Foto: Divulgação

Um ex-vice-prefeito da cidade de Imbituba enfrenta uma condenação por improbidade administrativa devido à acumulação de funções no executivo municipal e como agente técnico da Empresa de Pesquisa Agropecuária e Extensão Rural de Santa Catarina (EPAGRI) durante o período de janeiro de 1997 a dezembro de 2000. A decisão, emanada da 2ª Vara Cível da comarca de Imbituba, estipula o ressarcimento integral do dano patrimonial causado ao erário público, totalizando quase R$ 800 mil.

Conforme destacado na sentença, os registros não deixam dúvidas quanto ao recebimento simultâneo de salários provenientes dos cargos no executivo municipal e estadual, fato não contestado pelo réu. No entanto, ressalta-se que tal conduta contraria a norma constitucional que proíbe ao vice-prefeito, por analogia, a ocupação simultânea de cargos, sendo-lhe permitido apenas optar pela remuneração a ser recebida. A Constituição Estadual também reforça a impossibilidade de acumulação de cargos, permitindo ao servidor eleito a escolha quanto à sua remuneração.

A sentença sublinha que, mesmo que o réu fosse inexperiente na gestão pública, deveria ter percebido a incompatibilidade entre as atribuições e horários dos cargos ocupados. Assim, o ex-vice-prefeito, de maneira dolosa, obteve vantagem patrimonial indevida ao acumular remunerações de cargos públicos distintos, causando prejuízo financeiro ao município devido aos salários recebidos indevidamente.

A condenação estabelece o ressarcimento do montante de R$ 798.459,01, sujeito a acréscimos de juros e correção monetária. A decisão pode ser objeto de recurso junto ao Tribunal de Justiça de Santa Catarina (TJSC). (ACP 0901019-92.2014.8.24.0030)

Notícias Relacionadas

Ao celebrar 25 anos, Carbonífera Catarinense reafirma o compromisso com a comunidade

Trajetória da empresa foi marcada por conquistas e investimentos no desenvolvimento, saúde e segurança da equipe e em projetos sociais e ambientais.

Homens contratados por mulher suspeita de encomendar morte do marido em SC cavaram cova durante churrasco, diz polícia

Edinei da Maia foi encontrado morto enterrado, com as mãos amarradas, em Canelinha, quatro meses após desaparecer.

Bezerro é içado após cair em poço de 6 metros de profundidade em Florianópolis

Resgate ocorreu em uma propriedade no bairro Rio Vermelho. Animal foi entregue ao proprietário.

SC tem 1,1 mil aparelhos bloqueados com o Celular Seguro em seis meses

Serviço foi criado pelo Governo Federal e tem como objetivo inibir roubos de smartphones