Educação

Exclusivo na região, Esucri e ESMESC oferecem Curso de Preparação para a Magistratura

Moradores de Criciúma e região, que pretendem seguir a carreira de juíza ou juiz, não precisam mais se dirigir a Florianópolis; inscrições para 40 vagas já estão abertas.

Foto: Ketully Beltrame

A Esucri foi a faculdade escolhida para a implantação, na região Sul do estado, do Curso de Preparação para a Magistratura, da Escola Superior de Magistratura do Estado de Santa Catarina (ESMESC). A parceria foi oficializada em cerimônia nesta quinta-feira, dia 10, por meio da assinatura do Termo de Cooperação Técnico-Científica.

O evento foi prestigiado por profissionais da área Jurídica, professores e estudantes de Direito. Compuseram a mesa de honra, o diretor das Faculdades Esucri, professor Everaldo José Tiscoski; o diretor-geral da Escola Superior da Magistratura do Estado de Santa Catarina, juiz Maximiliano Losso Bun; o coordenador da Extensão de Criciúma, da Escola Superior da Magistratura de Santa Catarina, juiz Júlio Bernardes; e o presidente da Subseção de Criciúma, da Seccional de Santa Catarina da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), Alisson Murilo Mattos.

Oportunidade única no Sul de SC

A ESMESC foi criada em 1985, pela Associação dos Magistrados Catarinenses (AMC), e tem como missão preparar e aperfeiçoar bacharéis em Direito para o concurso da magistratura e o ingresso na carreira. Atualmente, mais da metade dos magistrados em atuação em Santa Catarina foram alunos da ESMESC. Até então, os interessados em cursar a pós-graduação precisavam se dirigir até Florianópolis.

“Esta vai ser uma grande oportunidade para quem é da região e tem o sonho de conquistar o ápice da carreira jurídica, que é ser juiz. Para enfrentar o processo de seleção, as provas e as entrevistas, é necessário estar muito bem qualificado. A realização deste curso habilita o aluno a ter acesso à carreira da magistratura. Mas mesmo que ele não queira ser juiz, ao fazer este curso, ele exercerá muito melhor sua função na área do Direito, tornando-se cada vez mais competitivo”, avaliou o diretor das Faculdades Esucri, professor Everaldo José Tiscoski.

Foto: Ketully Beltrame

A escolha pela Esucri

Na oportunidade, o diretor também mencionou os motivos pelos quais a Esucri foi a faculdade escolhida. “Foi uma grande honra quando a ESMESC veio a Criciúma e fez o convite para que a Esucri sediasse esta extensão aqui na região. A escolha da Esucri se deu por inúmeras razões. Foi um processo que iniciou com o saudoso juiz de Direito Pedro Aujor e a decisão final se deu pela qualidade do nosso curso jurídico, pela qualidade do corpo docente, pela qualidade de nossa estrutura, pela localização, pelo histórico da Esucri e, principalmente, pelos egressos do curso de Direito que já estão no mercado hoje”, citou.

O peso da ESMESC

O diretor-geral da Escola Superior da Magistratura do Estado de Santa Catarina, juiz Maximiliano Losso Bun, falou sobre sua satisfação com os resultados alcançados pela instituição. “Agradecemos à Esucri por proporcionar toda a sua estrutura e o bom nome, e por confiar na ESMESC. Posso garantir que faremos todo o possível para que a ESMESC Criciúma seja referência intelectual na preparação ao concurso da magistratura. A ESMESC realmente faz a diferença na formação e, prova disso, foi a presença de dois juízes federais, que foram alunos da ESMESC, que se fazem aqui presentes hoje, algo que não foi combinado ou pensado, mas que nos proporciona uma grande alegria”.

Foto: Ketully Beltrame

O coordenador da Extensão de Criciúma, da Escola Superior da Magistratura de Santa Catarina, juiz Júlio Bernardes, agradeceu pela confiança nele depositada e enalteceu o diferencial da ESMESC. “É muito significativa esta parceria, pois possibilita que os estudantes tenham acesso ao conhecimento ministrado por magistrados, juízes e desembargadores do Estado de Santa Catarina, que, além de repassar o conteúdo das disciplinas, compartilham suas experiências. Este, sem dúvida, é o grande diferencial da ESMESC em relação aos outros cursos jurídicos. O último convênio desta magnitude, firmado entre a ESMESC e uma instituição de ensino superior aqui em Criciúma, foi no ano de 2011, então já se passaram mais de 10 anos. Por isso, deixo aqui meu agradecimento e meu compromisso por manter a qualidade do curso”.

Foto: Ketully Beltrame

Inscrições abertas para as 40 vagas ofertadas

Mais de 6 mil alunos concluíram o Curso de Preparação para a Magistratura da ESMESC. A previsão é de dois anos de duração e, além de preparar os interessados em prestar o concurso para a Magistratura, serve como Pós-Graduação, conferindo aos seus concluintes o título de “Especialista em Direito Público”, que pode ser utilizado para pontuar na prova de títulos do concurso da Magistratura, bem como para o exercício da docência no ensino superior.

As inscrições estão abertas pelos sites esucri.com.br e esmesc.com.br, sendo oportunizadas 40 vagas, para início já em março. Poderão se matricular no curso todos os bacharéis em Direito ou alunos que já tenham concluído toda a carga horária da faculdade de Direito. As inscrições encerram no dia 4 de março. Os professores que ministram aulas na sede da ESMESC, em Florianópolis, são os mesmos que lecionarão em Criciúma. As aulas serão quinzenais, no período noturno às sextas-feiras e, aos sábados, no período matutino e vespertino. Mais informações pelo telefone (48) 99134-2365 (WhatsApp).

Foto: Ketully Beltrame

Foto: Ketully Beltrame

Foto: Ketully Beltrame

Foto: Ketully Beltrame

Foto: Ketully Beltrame

Foto: Ketully Beltrame

Foto: Ketully Beltrame

Foto: Ketully Beltrame

Foto: Ketully Beltrame

Foto: Ketully Beltrame

Foto: Ketully Beltrame

Foto: Ketully Beltrame

Notícias Relacionadas

Alunas denunciam professor de karatê por crime de estupro em Içara

Boletins de ocorrência já foram abertos e o caso já está sendo investigado pela Polícia Civil

Suspeito de matar homem com tiro no meio da rua em SC é preso

Suspeito teria atirado à queima-roupa na cabeça da vítima, que chegou a ser atendido, mas não resistiu

Tartaruga presa em linha é salva em SC após duas horas de tentativa

Animal se afundou e socorristas mergulharam por uma hora para achar o bicho

Erro causou “chuva de pedras” em detonação na BR-101 em SC, diz polícia

Explosão chegou a lançar rochas a cerca de 200 metros de distância