Trânsito

Falta de dinheiro na conta e clima podem atrapalhar obras da BR-285, em Timbé do Sul

Falta de dinheiro na conta e clima podem atrapalhar obras da BR-285, em Timbé do Sul

Foto: Divulgação

Vão em bom ritmo as obras de pavimentação da BR-285, a ligação entre Santa Catarina e Rio Grande do Sul pela Serra da Rocinha, em Timbé do Sul. “Temos dois problemas que podem nos atrapalhar, o clima e a verba”, define o prefeito Roberto Biava, animado com o andamento dos trabalhos.

“No mês passado, a obra teve que parar vinte dias por causa da chuva. Nesse mês, uma semana. Mas se o tempo está bom como agora, são até 250 funcionários da empresa nos trechos”, contabiliza. O prefeito cita que as equipes estão atuando em todos os pontos, desde a serra até o contorno de Timbé do Sul, na área urbana.

A respeito da verba, o prefeito Biava vai reforçar nesta quinta-feira, em audiência com o governador Raimundo Colombo em Araranguá, o pedido para que seja providenciada a inclusão de R$ 60 milhões no orçamento da União para 2018 visando a continuidade da obra. “Se não houver a garantia desta verba a obra corre sério risco de parar”, observa, preocupado. A intenção do prefeito é que o governo pleiteie a adição dos recursos junto à bancada federal catarinense.

Se tudo correr bem em relação ao clima e recursos, continua a projeção otimista de conclusão da rodovia em meados de 2019. “É o que os engenheiros estão nos dizendo, em dois anos e meio a obra acaba nesse ritmo atual”, conclui o prefeito. A extensão em obras tem 22 quilômetros, e faz parte do lote 2. O lote 1, no lado do Rio Grande do Sul, ainda não tem qualquer movimentação para o asfalto, pois há impasse ambiental a ser resolvido.

Com informações de Denis Luciano / Portal Engeplus

Notícias Relacionadas

Estado anuncia R$ 8 milhões para recuperação de ruas de Criciúma que passam por obras da Casan

Em Criciúma o sistema de saneamento básico está sendo ampliado no Bairro São Luiz.

Tribunal de Justiça autoriza prefeitura a retomar obras da passarela em frente à Unisul, em Tubarão

Iniciada em fevereiro, a construção da passarela precisou ser interrompida por alguns dias ainda no primeiro semestre por conta da ação judicial de uma empresa inabilitada no processo de licitação.

Senador garante R$ 40 milhões e obras da Serra da Rocinha não sofrem ameaça

Obras interrompem tráfego de veículos em mais um trecho da rua Dr. Valdir Cotrin, em Lauro Müller

As obras fazem parte da segunda fase de construção de calçadas