Saúde

Faltando duas semanas, 57% vacinados contra a gripe

Campanha segue até o dia 31, sem previsão de prorrogar. Depois, as doses restantes serão distribuídas.

Foto: Maurício Vieira/Secom

A região carbonífera está acima da média estadual na abrangência alcançada, até aqui, na Campanha Nacional de Vacinação contra a Influenza. Enquanto em Santa Catarina a Divisão de Vigilância Epidemiológica (Dive) vacinou 52,48% das pessoas enquadradas no público alvo, nos doze municípios da Amrec o índice é de 57,54%. Já foram aplicadas 68.798 doses.

“A campanha segue até o próximo dia 31, sem previsão de prorrogação. Logo, alertamos as pessoas que integram os grupos de público alvo que procurem logo os postos dos doze municípios”, reforça o gerente regional de Saúde, Fernando de Fáveri. “Depois do dia 31, as doses que sobrarem serão distribuídas”, destacou.

O município que mais está se destacando na campanha na região é Balneário Rincão, que já atingiu 86,14% da meta, seguido por Treviso, com 84,13%, e Cocal do Sul, que vacinou 68,61% do público alvo. Entre os que menos vacinaram estão Criciúma, com 52,88%, Orleans, com 55,04%, e Içara, 55,76%.

Por município

  • Balneário Rincão – 86,14%
  • Treviso – 84,13%
  • Cocal do Sul – 68,61%
  • Urussanga – 65,15%
  • Siderópolis – 62,91%
  • Forquilhinha – 62,34%
  • Morro da Fumaça – 61,33%
  • Nova Veneza – 60,36%
  • Lauro Müller – 59,48%
  • Içara – 55,76%
  • Orleans – 55,04%
  • Criciúma – 52,88%

Em Santa Catarina

A meta estadual apontada pelo Ministério da Saúde é vacinar 90% dos grupos prioritários, bastante acima dos 52,48% alcançados até agora. “O vírus da gripe circula o ano todo, mas a transmissão é maior do inverno, quando as pessoas buscam se abrigar do frio em ambientes fechados. A vacina é capaz de promover imunidade durante todo esse período de maior circulação dos vírus, reduzindo o agravamento”, explica a gerente de imunização da Dive, Lia Quaresma Coimbra.

No estado, fazem parte dos grupos com prioridade 2.000.034 pessoas.

Cobertura vacinal por grupo:

  • crianças (6 meses a menores de 6 anos): 50,68%
  • gestantes: 49,73%
  • trabalhadores da saúde: 42,35%
  • mães até 45 dias após o parto: 68,44%
  • povos indígenas: 65,71%
  • idosos com 60 anos ou mais de idade: 66,23%
  • professores: 53,78%
  • portadores doenças crônicas e condições especiais: 40,95%
  • população privada de liberdade e funcionários: 19,65%
  • funcionários do sistema prisional: 24,18%
  • profissionais das forças de segurança e salvamento: 21,43%

Gripe em Santa Catarina

Até o último dia 10, no estado, já foram confirmados 32 casos de influenza, 26 pelo vírus A H1N1 e seis pelo vírus A H3N2. As ocorrências são de Blumenau (6 casos), Florianópolis (4 casos), Chapecó, Itajaí e Joinville (3 casos), Jaraguá do Sul e Tubarão (2 casos cada), Braço do Norte, Brusque, Camboriú, Criciúma, Lages, Maravilha, Palhoça, Pomerode e São José, com 1 caso cada.

Dos 32 casos de influenza, 22 apresentaram algum fator de risco associado, dos quais 10 eram idosos (acima de 60 anos); 2 crianças menores de 2 anos; 1 obeso e 9 eram portadores de doenças crônicas.

Três pessoas morreram, todas pelo vírus A (H1N1). Um homem, de 52 anos, morador de Tubarão; uma mulher, de 79 anos, moradora de Blumenau; e uma mulher, de 48 anos, moradora de Jaraguá do Sul. Os três apresentaram algum fator de risco para o agravamento da doença.

Com informações do site 4oito

Notícias Relacionadas

Prefeito de Nova Veneza assina decreto de formação da Comissão de Acompanhamento, Controle, Prevenção e Monitoramento ao Coronavírus

Nova Veneza não tem casos confirmados da doença, apenas pessoas em isolamento domiciliar que já foram acompanhados, mas devem permanecer em quarentena pois chegaram de viagem.

Prefeitura de Jacinto Machado vacina idosos contra a gripe em casa para evitar aglomerações nos postos

No total, são 2.200 pessoas acima de 60 anos, que serão imunizados.

Vigilância em Saúde de Criciúma promove oficina para planejar ações, prevenção e controle de doenças

Capacitação aconteceu na Universidade do Extremo Sul Catarinense (Unesc)

Plaszom promove palestras de prevenção e qualidade de vida para colaboradores em Orleans

Durante os dias 11 a 14, a empresa realizou a Semana Interna de Prevenção de Acidentes de Trabalho (Sipat) no auditório da Sede