Geral

Fapesc e Finep vão investir R$ 3,3 milhões para abertura de 50 novas empresas em SC

Divulgação

Ideias inovadoras. Empreendedorismo sustentável. Novas soluções e tecnologias. Assim a Fundação de Amparo à Pesquisa e Inovação de Santa Catarina (Fapesc) espera expandir a geração de emprego e renda no Estado. Para isso, aprovou um investimento de R$ 3,3 milhões para abertura de negócios inovadores em todas as regiões para 2021.

Os recursos serão destinados ao Programa Centelha 2, resultado de uma parceria entre a Financiadora de Estudos e Projetos (Finep), do governo federal, e a Fapesc. A meta é viabilizar a abertura de 50 novas empresas relacionadas ao empreendedorismo inovador em Santa Catarina.

Na primeira edição do programa foi investido R$ 1,7 milhão em 28 projetos. Cada selecionado recebeu R$ 60 mil para lançar um novo produto e viabilizar a criação da empresa.

O presidente da fundação, Fábio Zabot Holthausen, explica que o programa é executado com sucesso em todo o país. “É uma honra para nós dizer que o Programa Centelha foi inspirado em um programa de Santa Catarina, o Sinapse da Inovação. Isso é motivo de orgulho para nós catarinenses e para nós da Fapesc”, comemora.

A gerente de Inovação da Fapesc, Gabriela Mager, destaca ainda o impacto do investimento no programa, que acaba de ganhar a segunda edição. “Nosso objetivo é apoiar novas empresas que tenham projetos inovadores de forma a ampliar a economia 4.0, aquela baseada em tecnologia e inovação, para que Santa Catarina se torne um estado referência”, explica.

A previsão é lançar o edital do Programa Centelha 2 no começo de 2021. Acompanhe essa e outras chamadas públicas em www.fapesc.sc.gov.br.

Aprovados na primeira edição

Finep e Fapesc dobraram o investimento no Programa Centelha 2 em Santa Catarina após o sucesso de inscrições na primeira edição. Foram submetidas 1.219 propostas em 2019, tornando-se destaque no país. Destas ideias, 28 foram aprovadas e agora estão em fase inicial de execução.

Confira aqui a lista completa dos selecionados:

– Força Muscular nas Suas Mãos (Araranguá)

Área: setor eletroeletrônico

– Sistema de monitoramento de silos – SmartSilo (Concórdia)

Área: internet das coisas

– Alzheimer, plataforma de diagnóstico e retardo evolutivo (Joaçaba)

Área: tecnologia social

– E-Veritas – Ferramenta Anti-phishing (Florianópolis)

Área: segurança, privacidade e dados

– Pest Integrated Management – PIM (Florianópolis)

Área: inteligência artificial e machine learning

– Detecção de anomalias da tubulação para empresas de saneamento (Joinville)

Área: internet das coisas

– Desenvolvimento da Erva-mate descafeinada, mais o bioproduto (Florianópolis)

Área: cafeína – química e novos materiais

– Eduu.io – Reforço de Estudo Digital (Joinville)

Área: inteligência artificial e machine learning

– Somos a transformação digital do campo (Florianópolis)

Área: Blockchain

– Letramento de Crianças Surdas com Leap Motion com Realidade Virtual (Itajaí)

Área: realidade virtual

– BovCold – Tecnologia na Inseminação de Bovinos com Sêmen Resfriado (Videira)

Área: biotecnologia e genética

– Locates – Inteligência Geoespacial (Florianópolis)

Área: big data

– Purificador de água doméstico por plasma não térmico (Florianópolis)

Área: química e novos materiais

– TechPain: A revolução do tratamento da dor crônica na artrite (Florianópolis)

Área: nanotecnologia

– App NAMI: monitorando a Saúde do Coração-Cérebro (Florianópolis)

Área: inteligência artificial e machine learning

– GreenB Soluções para Descartáveis Biodegradáveis (Criciúma)

Área: química e novos materiais

– Pulseira Multiparamétrica para setor de Emergência Hospitalar (Florianópolis)

Área: internet das coisas

– Kluc, obtenha insights com simples perguntas (Florianópolis)

Área: inteligência artificial e machine learning

– Implante intravesical para tratamento de bexiga hiperativa (Florianópolis)

Área: manutenção avançada e robótica

– Newspass – Educação, jornalismo e inteligência artificial (Florianópolis)

Área: inteligência artificial e machine learning

– Obtenção de Prótese de menisco de PLDLA-TMC por impressão FDM (Joinville)

Área: química e novos materiais

– Projeto Releituras (São José)

Área: tecnologia social

– Aditivo alimentar inibidor de salmonelose para frangos de corte (Florianópolis)

Área: biotecnologia e genética

– Gestão de risco e manejo para árvores urbanas (Blumenau)

Área: mecânica e mecatrônica

– Pori Algas Brasileiras (Laguna)

Área: biotecnologia e genética

– Freelo: Marketplace de contratação de freelancers no ramo gastronômico (Joinville)

Área: TI e Telecom

– Appetify – Marketing de Experiências Gastronômicas

Área: – realidade aumentada (Joinville)

– Tratamento de esgotos para todos – Tecnologia RASC (Joinville)

Área: Tecnologia social

Notícias Relacionadas

Prefeitura de Criciúma inicia implantação da primeira fase do NPP

Objetivo é aprimorar o trabalho da gestão municipal e acompanhar os projetos em andamento

Com previsão de frio intenso, Governo de Criciúma reforça cuidados com as plantações

Baixas temperaturas estão previstas na região a partir desta quarta-feira (26)

Esucri inicia novo semestre nesta segunda-feira

Instituição continua oferecendo quatro formatos de aula aos alunos, para que os estudos não parem

Família é mantida em cárcere privado e ameaçada com tiros em SC

Segundo a PM, uma das vítimas está em processo de separação e homem teria tentado intimidá-la