Geral

Faturas de água com leitura superior a 33 dias são recalculadas em Lauro Müller e Criciúma

O usuário que já efetuou o pagamento referente a janeiro terá a diferença do valor devolvido já na fatura do próximo mês.

Divulgação

Devido a dificuldades da empresa responsável pela leitura das faturas, a área Comercial da CASAN identificou, em cinco municípios no Sul e na Serra, medições com intervalos superiores a 33 dias, prazo estabelecido pelas Agências Reguladoras. A inconsistência ocorreu na data de leitura do mês janeiro, e não nos valores faturados.

Para solucionar o problema e não gerar transtornos aos usuários, a CASAN está recalculando as faturas de Criciúma, Lauro Müller, Otacílio Costa, São Joaquim e Urubici, municípios onde uma empresa é contratada para realizar a leitura. E vai avaliar as leituras dos demais municípios da região.

A fatura ajustada, com período de leitura de 30 dias, pode ser obtida preferencialmente no site da empresa (www.casan.com.br, na aba “Segunda Via da Fatura”, ao alto e à esquerda) ou nas próprias Agências, que estão atendendo de forma parcial devido às necessidades de distanciamento social.

O usuário que já efetuou o pagamento referente a janeiro terá a diferença do valor devolvido já na fatura do próximo mês. Na próxima semana, a CASAN enviará um SMS para os usuários que tenham telefone celular cadastrado e que tiveram suas faturas ajustadas.

Notícias Relacionadas

Força-tarefa faz balanço das primeiras 20 horas de atuação

A equipe multisetorial iniciou o trabalho às 23h de sexta-feira (26) e continuará atuando enquanto durarem os decretos.

Bebê recém-nascida morre vítima da Covid-19 no Vale do Itajaí

A criança tinha apenas 13 dias de vida, segundo informações da prefeitura de Indaial

SC tem 8 casos da variante brasileira do coronavírus após mais 3 confirmações

Três pacientes de Manaus hospitalizados em Florianópolis estavam com variante do vírus. Outros 5 casos foram identificados na capital, em Joinville e Rio do Sul.

Dez pacientes graves estão à espera de vagas de UTIs Covid em SC

Todos estão hospitalizados em leitos de enfermaria de quatro regiões diferentes do Estado