Entretenimento

FECATE promove apresentações teatrais em Criciúma neste fim de semana

Foto: Divulgação

O fim de semana vai ser de debate, conversar, aprendizado e apresentações teatrais. Nesta sexta, sábado e domingo, entre os dias 15 e 17, Criciúma receberá a etapa Sul do projeto Rosa dos Ventos – O Teatro Catarinense em Movimento, promovido pela Federação Catarinense de Teatro – FECATE. A realização ocorre por meio do Edital Elisabete Anderle e que tem o apoio do Estado de Santa Catarina, Secretaria de Estado de Turismo, Cultura e Esporte, Fundação Catarinense de Cultura e do FUNCULTURAL.

Na sexta-feira (15), 20h, será o espetáculo Cambito Vocacionado, do Palhaço Cambito de Chapecó. No sábado, também às 20h, entrará em cena os bonecos da Cia Mútua, de Itajaí, com o espetáculo A Caixa. Já no domingo a partir das 15h, a será a vez da peça “Coisas que fazem o coração correr mais rápido…”, da Malagueta Produções, de Florianópolis.

Este último espetáculo é apresentando para uma pessoa por vez, tendo sete minutos no total. Os espetáculos serão apresentados na sede do grupo de Teatro Cirquinho do Revirado, localizado no Bairro Nossa Senhora da Salete, Rua Maria Quitéria, 35. As atividades são gratuitas, mas com a necessidade de reserva e retirada de ingressos uma hora antes no local. Informações de ingressos e reserva no WhatsApp (48) 99644-1849.

Segundo a presidente da FECATE, Vânia Peruzzo, do Grupo Teatral Piliquinha, de Concórdia, o objetivo do Rosa dos Ventos é articular a classe teatral. “Queremos realizar um encontro de articulação e discussão das questões políticas, econômicas e sociais que envolvem os trabalhadores do teatro de Santa Catarina. Por isso, a presença das pessoas interessadas em fazer parte desta coletividade em ao menos algum dos encontros é fundamental para que possamos nos reconhecer ao vivo, entendendo quem quer fazer parte deste coletivo, quais são as novas bases que fundarão esta federação e quais os rumos que vamos tomar”, explicou.

Foto: Divulgação

Sexta-feira (15)

08h – Credenciamento

09h às 12h – Oficina do Curar (parte 1) – O Riso Sagrado, com Paula Bittencourt – Malagueta Produções (Florianópolis) – Vagas esgotadas

14h às 17h – Oficina de Palhaçaria com foco no trabalho hospitalar, com Henrique Sagave – Palhaço Cambito (Chapecó) – Vagas esgotadas

20h – Espetáculo: Cambito Vocacionado – Palhaço Cambito (Chapecó)

Sinopse: O espetáculo conta a história de um palhaço que sai do circo para tentar uma outra vida na cidade. Nesse movimento ele descobre junto ao público a alegria e a tristeza de ser o que se é, como Manoel de Barros diz: “Ninguém pode fugir do erro que veio”. Classificação indicativa: Livre – Ingressos limitados. Distribuição de senhas uma hora antes, no local.

Sábado (16)

09h às 12h – Oficina do Curar – O Riso Sagrado (Parte 2), com Paula Bittencourt – Malagueta Produções (Florianópolis)

14h – Oficina de Produção Teatral, com Cia. Mútua (Itajaí) – – Vagas esgotadas

20h – Espetáculo: A Caixa – Cia. Mútua (Itajaí)

Sinopse: Tudo se inicia quando brinquedos destruídos e desprezados são jogados no lixo dentro de uma caixa. O espetáculo poderia terminar assim, mas os atores, inconformados, resolvem interferir na história, dando vida a um dos brinquedos: o palhaço. A frágil figura parte em busca de alguém que salve a seus companheiros de infortúnio e abandono, mas a esperança vai sendo minada pela dureza da metrópole. Com simplicidade, conta uma história sem palavras que tem algo a dizer.

Classificação indicativa: Livre

Ingressos limitados. Distribuição de senhas uma hora antes, no local

Domingo (17)

09h – Roda F(r)esta – conversas para articulação dos artistas do teatro catarinense

Mediação e participação de André Francisco e Nini Beltrame

12h – Almoço de Confraternização

15h – Espetáculo: Coisas que fazem o coração correr mais rápido… Malagueta Produções (Florianópolis)

Sinopse: O que faz o coração de cada um correr mais rápido? Dentro de uma casinha de madeira, uma velha senhora convida o público a entrar, de forma breve e individual, em seu mundo e a compartilhar um universo lúdico, onde o importante é dividir afetos e as coisas que fazem o coração correr mais rápido. A casa é o lugar de acolhimento, do encontro, da afirmação e valorização do sujeito.

Classificação indicativa: 14 anos

Encontros do Rosa dos Ventos 2018:

Criciúma – 15, 16 e 17 de junho (Sede do Cirquinho do Revirado)

Joaçaba – 21,22 e 23 de junho (Sede do Grupo TEJO)

Florianópolis – 6, 7 e 8 de julho (Casa Vermelha)

Blumenau – 3, 4 e 5 de agosto (Sede do Grupo Detalhe)

Colaboração: Antonio Rozeng 

Notícias Relacionadas

“Qual Vai Ser?” mobiliza jovens para a reflexão sobre escolhas

Festival Nacional de Teatro Revirado encanta e diverte público da V Cocalfest

APAE de Orleans agradece voluntários com teatro apresentado por alunos

Orleans vivencia a magia do Natal dos Sonhos