Geral

Ferramentas tecnológicas são apresentadas na segunda edição de inverno do Campo Agroacelerador no Sul do Estado

Foto: Divulgação

A Companhia Integrada de Desenvolvimento Agrícola de Santa Catarina (Cidasc) participou da 2ª edição do Campo Agroacelerador de inverno, nessa quinta-feira, 10, em Jacinto Machado. O diretor de Desenvolvimento Institucional da Cidasc, Marcos Roberto Pacheco, representou a presidente da companhia, Celles Regina de Matos, no evento, que contou também com a presença do gestor do departamento regional da Cidasc de Criciúma, Daniel Remor Moritz, além de outros profissionais do departamento regional.

Os técnicos agrícolas da Cidasc, Agnaldo Trevisol dos Santos, Valdirene Borges Emerim de Noni e Elton Nuernberg, fizeram as apresentações técnicas no estande, na parte de Vitrines Tecnológicas. Os profissionais apresentaram o Programa e-Origem da Cidasc, um sistema que possibilita a rastreabilidade de forma prática e simples, e usaram como exemplo de rastreabilidade, os morangos. Desta forma, puderam demonstrar como fazer a etiqueta, o cadastro, e a importância da rastreabilidade de produtos de origem vegetal.

Quer receber as principais notícias da região? Clique aqui e entre no nosso grupo de WhatsApp e fique atualizado de forma rápida e confiável 

Segundo o gestor da Cidasc, Daniel Moritz, “o evento foi uma grande oportunidade de troca de conhecimento e debate de assuntos técnicos. O Programa e-Origem, permite um ambiente confortável e seguro ao consumidor, que poderá, por exemplo, buscar por comprar morango de um produtor específico. A ideia é que o consumidor conheça a produção catarinense, saiba as épocas e locais em que são produzidos, ou seja, identifique a origem dos hortifrutigranjeiros produzidos e comercializados pelos produtores catarinenses”, destaca Moritz.

O evento da cooperativa Cooperja, de Jacinto Machado, no Sul de Santa Catarina, em parceria com o Sindicato e Organização das Cooperativas do Estado de Santa Catarina (Sescoop/SC), aconteceu no Campo Demonstrativo da cidade, e apresentou as potencialidades e novidades nas culturas de inverno, com mais de 12 mil m² de área cultivada, com vitrines tecnológicas nas culturas de hortaliças, aveia branca, grão, trigo, azevém, trigo forrageiro, aveia pastagem, trigo silagem, plantas de cobertura, e plantio direto.

Se mantenha informado em tempo real! Clique aqui e siga o Sul in Foco no Instagram. Informações e notícias sobre a região na palma da sua mão!

A abertura do parque contou com a formação dos grupos aos roteiros técnicos, dinâmica sobre silagem de trigo com o tema “Opções de dietas para períodos ociosos”. O evento contou ainda com a solenidade de boas-vindas com a presença de autoridades e a palestra com o tema “Os princípios de uma agricultura sustentável”, com o palestrante Laércio Dalla Vecchia, no Pavilhão Central.

e-Origem

O Programa e-Origem é um projeto desenvolvido pela Cidasc, através do Departamento de Defesa Vegetal, que permite ao consumidor saber a procedência dos alimentos produzidos em Santa Catarina. O e-Origem proporciona um registro da movimentação dos vegetais. Além disso, facilita o monitoramento do uso de agrotóxicos nos hortifrutigranjeiros e também atende a uma demanda dos consumidores, cada vez mais interessados em saber quem produz seus alimentos.

Para saber mais sobre o Programa e-Origem, acesse o link: cidasc.sc.gov.br/e-origem

Notícias Relacionadas

Idoso passa mal enquanto dirigia e bate em barranco em Jaguaruna

Motorista de 81 anos foi encaminhado ao hospital de Jaguaruna com dor torácica

Brasil fatura o hexacampeonato mundial de futebol de areia

Seleção faz 6 a 4 na Itália e levanta taça depois de sete anos

Seis apostas de SC ficam a um número de Mega-Sena milionária e ganham bolada

Ninguém acertou as seis dezenas sorteadas no concurso 2692 da Mega-Sena e o prêmio milionário acumulou novamente

Homem é encontrado morto por disparos de arma de fogo em Criciúma