Turismo

Festa do Vinho pode ocorrer todos os anos

Festa do Vinho pode ocorrer todos os anos

Foto: Daniel Búrigo / Arquivo / Clicatribuna

O prefeito de Urussanga, Gustavo Cancellier (PP), encaminhou, nesta semana, à Câmara de Vereadores, um projeto de lei para permitir à Administração Municipal realizar a Festa do Vinho todos os anos. Atualmente, o evento ocorre apenas nos anos pares, em agosto, intercalando com a Ritorno Alle Origini, uma festa de menor investimento realizada nos anos ímpares, em maio.

“Nós discutimos com as entidades do município e elas também têm interesse em fazer a festa anualmente. Os objetivos da mudança são quatro: aumentar a arrecadação das entidades, incentivar a cultura italiana, a tradição e o turismo, utilizar melhor o Parque Municipal, pelo qual o Município paga muito todos os meses, e fomentar a economia da cidade”, justifica o prefeito, que pediu a tramitação do projeto em regime de urgência. O custo do Parque Municipal Ado Cassetari Vieira a que se refere o prefeito diz respeito aos precatórios da compra do imóvel feita na década de 90, que tira pouco mais de R$ 100 mil por mês dos cofres públicos, até 2019.

Segundo Cancellier, ainda não foi definido se a Festa do Vinho ocorrerá neste ano. “Essa é uma questão que ainda vamos analisar melhor”, diz. O texto encaminhado pelo Executivo à Câmara, para alterar uma lei de 1984, não obriga a realização do evento todos os anos, mas abre essa possibilidade e deixa a critério da Administração Municipal realizar anualmente ou bienalmente. Também não exclui a Ritorno Alle Origini, que tem um foco mais voltado à cultura italiana do que aos grandes shows.

Tradição de mais de 22 anos

Realizada pela primeira vez há mais de 22 anos, a Festa do Vinho é o maior evento festivo do Sul de Santa Catarina, responsável por trazer de quatro a cinco shows por edição. No ano passado, as atrações nacionais foram Marcos e Belutti, Lucas Lucco, Thaeme e Thiago, Skank, Ivete Sangalo e padre Alessandro Campos.

No Parque Municipal Ado Cassetari Vieira, a festa reúne todas as entidades filantrópicas do município e recebe turistas de todo o Sul do Brasil, principalmente de Santa Catarina e Rio Grande do Sul. O evento costuma levar aproximadamente 60 mil pessoas nos cinco dias de festa. A festa movimenta o setor hoteleiro local e regional, comércio e restaurantes.

As vitivinícolas do município registram um acréscimo de até 50% nas vendas nos anos pares, justamente em razão da Festa do Vinho.

Com informações de Renan Medeiros / Clicatribuna 

Notícias Relacionadas

Patrocinadora oficial: Roluza conta com ingressos e looks para a Festa do Vinho

Governador encaminha projeto de lei que institui data para homenagear bombeiros militares veteranos

A escolha da data comemorativa faz referência ao aniversário do coronel BM Milton Antônio Lazzaris, comandante-geral de honra da corporação, para representar todos os bombeiros militares.

Projeto de lei em SC proíbe venda de empréstimos a idosos por telefone e internet

Objetivo do autor da proposta, delegado Ulisses Gabriel (PSD), é evitar golpes contra aposentados

Projeto de lei prevê multa pesada a proprietários de terrenos baldios em Tubarão