Segurança

Filho mata a própria mãe a tiros e facadas em SC, foge de bicicleta e acaba preso

Vítima foi identificada como Marli Herbst Lopes e suspeito está preso

Divulgação

Um homem de 31 anos suspeito de matar a própria mãe em Joinville foi preso nesta segunda-feira (11) depois de confessar o crime. A vítima, identificada como Marli Herbst Lopes, de 60 anos, foi encontrada morta na noite de domingo (10) em casa com um tiro no rosto e cortes de facão na parte de trás da cabeça.

Depois de ouvirem muitos barulhos, testemunhas viram o suspeito saindo da casa da mãe de bicicleta por volta das 22h de domingo e acionaram o outro filho da vítima. Ao chegar na residência, o irmão do suspeito encontrou Marli no chão e acionou o Samu. Com o corpo e cabeça machucados, os bombeiros confirmaram a morte da mulher no local.

Os policiais iniciaram as buscas pelo suspeito com informações de testemunhas. No início da manhã desta segunda-feira (11), depois de uma denúncia, o filho foi achado na Estrada da Tromba, no bairro Pirabeiraba, e preso. Ele estava sentado na cama quando a guarnição chegou.

O suspeito confessou o crime e disse que matou a mãe por causa de um desentendimento, com um tiro e com golpes de facão. Foram encontrados uma espingarda calibre .28, munições de outros tipos de armamento, drogas e o facão usado no crime. Os objetos e o suspeito foram encaminhados à Central da Polícia.

Com informações do NSCTotal

Notícias Relacionadas

Homem que matou estuprador é condenado a 14 anos de prisão em Criciúma

O crime aconteceu em fevereiro de 2019, quando a vítima foi assassinada a tiros por Y.D.C., à época com 23 anos, no bairro Cristo Redentor, em Criciúma

São Ludgero foi sede da reunião do Colegiado de Educação da Amurel

O evento foi aberto e coordenado pelo Assessor da Amurel, responsável pela área de Educação

Governador Carlos Moisés destaca inovação catarinense durante Circuito Inova SC

O reitor do Unibave, Guilherme Valente de Souza, destacou o momento ímpar vivido pela Acafe e por cada universidade comunitária do Estado

Santa Catarina reduz a cinco meses intervalo para dose de reforço em idosos

A logística de encaminhamento de doses para os municípios tem ocorrido de forma ágil e leva em conta a estimativa populacional do IBGE