Segurança

Fiscalização de “gato” de energia em SC tem confusão, ameaça e fuga em Camaro

Episódio foi registrado em uma conveniência no Centro de Balneário Camboriú nesta quinta-feira (2)

Divulgação

Uma averiguação de furto de energia elétrica terminou com confusão, ameaça e agressões em Balneário Camboriú na tarde desta quinta-feira (2), segundo a Polícia Militar. Conforme o relatório da PM, uma equipe da Celesc estava numa loja de conveniência para apurar uma denúncia de “gato” e acabou alvo de ameaças pelo proprietário do estabelecimento.

O homem fugiu de Camaro antes da chegada da PM.

O caso foi bem no Centro da cidade, na Avenida Brasil, por volta das 15h30min. Quando a polícia chegou, os funcionários da Celesc não estavam mais no local.

Uma testemunha contou que o dono do comércio agrediu os profissionais e ainda usou uma arma de fogo para ameaçá-los. Na sequência, saiu do local num Camaro branco. Com a descrição do veículo, o homem acabou abordado em uma barreira.

Nada de ilícito foi encontrado no veículo do empresário e ele foi liberado.

A PM diz que tentou contato com a equipe da Celesc para registrar o caso de ameaça, mas não teve sucesso. Na manhã desta sexta-feira (3), a reportagem do Santa procurou a empresa para saber se os funcionários ficaram feridos e se foi confirmado o furto de energia, mas até a publicação deste texto não recebeu retorno.

Com informações do NSCTotal

Notícias Relacionadas

Ex-prefeito de Criciúma é preso após perseguição policial

Márcio Burigo, posteriormente identificado, desobedeceu a ordem legal dos policiais e se evadiu por cerca de dois quilômetros

Filezão: diversos celulares são furtados durante o evento; organizador é notificado por conta da aglomeração

O evento reuniu milhares de pessoas.

Rayssa Leal e Lucas Rabelo são os campeões da etapa de Criciúma do STU National

Maranhense e cearense largam na frente no circuito brasileiro 2022, iniciando o ano como terminaram 2021: com título

Três mulheres ficam feridas em acidente no centro de Cocal do Sul

O acidente aconteceu na rua Edson Gaidzinski