Litoral

Florianópolis: Gean Loureiro é acusado de estupro; prefeito nega crime

Boletim de ocorrência contra o político foi registrado no dia 9 de outubro; nas redes, chefe do executivo da capital catarinense se diz alvo de armação.

Divulgação

Uma investigação por estupro contra o prefeito de Florianópolis e candidato a reeleição, Gean Loureiro, foi encaminhado pela Polícia Civil à Justiça, de acordo com o Portal NSC.

Na internet, rolam imagens íntimas do prefeito com uma mulher, ex-funcionária comissionada da prefeitura. A informação movimentou os bastidores da política da capital catarinense.

O boletim de ocorrência foi realizado no dia 9 de outubro e a ex-funcionária afirma que os abusos teriam começado em 2017 e teriam acontecido dentro da Secretaria de Turismo, segundo publicação da NSC.

Hoje, Gean Loureiro usou as redes sociais para responder às acusações. Ele negou que tenha cometido o crime, mas confirmou que teve um relacionamento extra-conjugal. Disse-se alvo “de uma armação covarde, com uso de uma câmera escondida de propósito, expondo imagem da minha intimidade de forma desumana”.

“Eu e minha família fomos surpreendidos em uma avalanche de mentiras. Fui acusado de algo que abomino com todas as minhas forças, nunca usei de violência contra ninguém. Tive no passado um relacionamento fora do casamento, algo que não me orgulho”, afirmou Loureiro.

Com informações do site TNSul

Notícias Relacionadas

Tribunal de Justiça nega liberdade para homem acusado de usar até boneca vodu para aterrorizar sua ex

O homem desrespeitou as medidas protetivas concedidas anteriormente em favor da ex-companheira

Sentença de pronúncia levará para júri casal acusado por homicídio cometido com espada em Orleans

Segundo os autos, os crimes aconteceram em março deste ano, no bairro Rio das Furnas

TRF4 manda afastar do cargo prefeito de Florianópolis, Gean Loureiro, preso na Operação Chabu

Determinação é que fique 30 dias fora das funções e não faça contato com demais suspeitos de envolvimento na operação. PF investiga a violação de sigilo de operações policiais

Idosa é estuprada após assalto, em Timbé do Sul