Saúde

Focos do mosquito da dengue são encontrados em Nova Veneza

Trabalho de conscientização será realizado no próximo sábado, no distrito de Caravaggio

Divulgação

Dois focos do mosquito Aedes aegypti, transmissor da dengue, zica e chikungunya, foram encontrados pela vigilância epidemiológica da Secretaria de Saúde de Nova Veneza, no distrito de Caravaggio. As larvas foram localizadas em duas das 69 armadilhas espalhadas pelo município. O coordenador da vigilância epidemiológica, Abel Araújo, destaca que o mosquito pode ter vindo de outra região. “Essa região da cidade recebe muitos caminhões, por isso acreditamos que foi desta forma que o mosquito chegou até a nossa cidade”, destaca.

O coordenador enfatiza que é necessário muita atenção por parte dos moradores, em não deixar água acumulada nos terrenos, porque o processo de evolução do mosquito é muito rápido. A partir do momento que os ovos são depositados, leva em torno de oito a 10 dias para se transformar em inseto. “E temos que ter consciência de que as doenças que são transmitidas pelo aedes, são muito sérias”, alerta.

Por isso, no próximo sábado (15), as agentes comunitárias de saúde vão realizar uma ação de conscientização junto aos moradores do Distrito. “Pedimos que as pessoas recebam as nossas profissionais que vão orientar os moradores sobre os cuidados”, comenta Araújo.

A vigilância destaca alguns cuidados para evitar a proliferação do mosquito, na cidade:

Não deixar água acumulada em vasos de plantas ou outros recipientes;

– Não acumular pneus;

– Não deixar caixa d’água destampada;

– Virar ou tampar qualquer objeto que possa acumular água.

Notícias Relacionadas

Polícia Militar apreende drogas no bairro Metropol, em Criciúma

Também foi apreendido no interior do apartamento um pássaro “trinca-ferro”, sem anilha, além de cinco frascos de sulfato de morfina

Santa Catarina passa por expansão da seca em agosto

Informação é da Agência Nacional de Águas

SC tem quarta maior taxa de estupros de crianças e adolescentes no Brasil

Os dados de 2020 mostram que a maior parte dos casos de violência ocorrem na residência da vítima

Ministro anuncia dose de reforço para profissionais de saúde

Aplicação extra ocorrerá a partir de seis meses da imunização completa