Geral

Foragido por homicídio em Gravatal é preso após 20 anos

Nos últimos tempos o homem trabalhava de caseiro em um sítio em Mandirituba, no Paraná.

Divulgação

Uma ação conjunta entre as forças de segurança de Santa Catarina e do Paraná culminou com a prisão de um foragido de 46 anos, natural de Ipira (BA). A prisão ocorreu na noite de sexta-feira (18) após troca de informações entre policiais civis e militares de SC e PR. O suspeito estava foragido há quase 20 anos.

Conforme processo judicial, o crime ocorreu em 2 de janeiro de 2000, por volta das 4h30, quando o homem invadiu a residência de sua ex-companheira, no centro de Gravatal. O autor, na posse de um gargalo de garrafa de vidro quebrado, partiu para cima da vítima e matou um homem que estava no local a facadas.

Depois, partiu para cima da ex-mulher e também desferiu diversos golpes de faca contra ela. A mulher foi encaminhada ao hospital com lesões gravíssimas. O homem então foi condenado por homicídio qualificado e tentativa de homicídio qualificada em júri popular em Armazém, com pena de 16 anos e 11 meses de reclusão. Ele era procurado desde então.

Nos últimos meses, policiais civis e militares de Gravatal e Armazém, no Sul do Estado de SC, receberam informações de que ele poderia estar no Paraná. Os policiais conseguiram identificar que estaria trabalhando em um restaurante em Curitiba, entretanto, nos últimos tempos estaria prestando serviços como caseiro em um sítio em Mandirituba (PR).

Policiais Militares do Paraná lograram êxito em encontrar o foragido no local e lhe deram voz de prisão. Ele foi encaminhado para a Delegacia de Fazenda Rio Grande (PR) e deve ser encaminhado para o sistema penitenciário. As investigações e diligências foram coordenadas pelo Delegado de Polícia André Luis Mendes da Silveira.

A ação teve a participação das seguintes forças policiais: Delegacias de Polícia de Gravatal e Armazém, Agência de Inteligência da Polícia Militar de Gravatal, Agências de Inteligência do 09º Batalhão da Polícia Militar do Litoral do Paraná, 13º Batalhão da Polícia Militar do Paraná, 17º Batalhão da Polícia Militar da Região Metropolitana de Curitiba, 22º Batalhão da Polícia Militar do Paraná e ROTAM do 9º Batalhão da Polícia Militar do Paraná.

Com informações do site Notisul

Notícias Relacionadas

Sentença de pronúncia levará para júri casal acusado por homicídio cometido com espada em Orleans

Segundo os autos, os crimes aconteceram em março deste ano, no bairro Rio das Furnas

Homem fica preso nas ferragens após acidente com dois veículos na SC-108, em Criciúma

A colisão ocorreu entre dois veículos no Bairro São Simão por volta das 15h20 desta quarta-feira (11)

PRF prende foragido do sistema penal do RS com CNH falsa em Tubarão, na BR-101

Ele foi preso e encaminhado para a Polícia Federal de Criciúma.

TRF4 manda afastar do cargo prefeito de Florianópolis, Gean Loureiro, preso na Operação Chabu

Determinação é que fique 30 dias fora das funções e não faça contato com demais suspeitos de envolvimento na operação. PF investiga a violação de sigilo de operações policiais