Segurança

Forças de segurança têm mais um fim de semana de fiscalização reforçada para cumprimento de protocolos sanitários

Para o trabalho de fiscalização, Santa Catarina conta com um reforço de 500 policiais militares, que, neste momento, estarão atuando exclusivamente nesta função

Divulgação

Em mais um fim de semana de restrições e fiscalização reforçada para conter o avanço da Covid-19, as forças de segurança de Santa Catarina atuam em todo o estado para o cumprimento do decreto que estabelece medidas sanitárias de prevenção ao novo coronavírus. O decreto segue vigente até às 6h desta segunda-feira, 8.

O presidente do Colegiado Superior de Segurança Pública e Perícia Oficial e comandante-geral do Corpo de Bombeiros Militar, coronel BM Charles Alexandre Vieira, destaca que as ações são intensificadas nos períodos com restrição social, mas, desde o começo da pandemia, o trabalho das forças de segurança tem sido constante. “Agora, nesta fase, as ações foram intensificadas, principalmente por conta dos períodos determinados em que se faz ainda mais necessário o isolamento social”, frisa.

Para o trabalho de fiscalização, Santa Catarina conta com um reforço de 500 policiais militares, que, neste momento, estarão atuando exclusivamente nesta função. De acordo com o comando-geral da PM,  a tropa está sendo empregada nos municípios que, juntos, concentram a maioria do número total de casos da doença no estado. O efetivo poderá atuar de acordo com as necessidades apontadas pela área da Saúde.

PM reforça trabalho de fiscalização

Na Polícia Militar, durante o segundo final de semana de restrições, as ações foram reforçadas com o serviço de inteligência, identificando pessoas ou pequenos grupos que estariam organizando eventos e acabaram sendo desmobilizados de maneira antecipada pelos policiais. A integração das polícias militar rodoviária e ambiental foi outra estratégia que ajudou a ampliar a capacidade de fiscalização.

Segundo o comandante-geral da Polícia Militar de Santa Catarina, coronel PM Dionei Tonet, o papel da população também é fundamental. “É muito importante que as pessoas estejam bem informadas e nos ajudem, passando informações. A participação da própria comunidade torna o nosso trabalho ainda mais efetivo”, disse o comandante-geral.

Desde a sexta-feira, a Polícia Militar intensifica a fiscalização em casas noturnas, inclusive com a interdição de estabelecimentos com reunião de público. As praias – que também estão sob a vigência do decreto 1.172 – foram fiscalizadas pelos policiais, para coibir a circulação e permanência de pessoas.

Polícia Civil trabalha também em conjunto com municípios

Pela Polícia Civil, os trabalhos de fiscalização se estenderam de noite e de dia em todas as regiões do estado em operações integradas também com órgãos municipais. Na Capital, policiais civis percorreram regiões como o Centro, Continente, Lagoa da Conceição e Norte da Ilha de SC. Foram feitas fiscalizações também na Grande Florianópolis.

“Estamos atuando mais uma vez em defesa das vidas e contamos com a conscientização das pessoas”, afirma o delegado-geral Paulo Koerich.

A operação da Polícia Civil foi denominada de “Future Optimum” e dados parciais contabilizados indicavam 3.663 estabelecimentos fiscalizados pelo Estado desde a sexta-feira, 5. Em Blumenau, um bingo clandestino foi descoberto durante a fiscalização.

As autoridades reforçam o pedido para que a população respeite as medidas sanitárias e ajude a conter a disseminação do coronavírus em Santa Catarina.

Bombeiros militares trabalham com orientação

Além de atuar em fiscalizações e ações com as demais forças de segurança pública, o Corpo de Bombeiros Militar de Santa Catarina realiza um trabalho de orientação nas cidades, passando com viaturas trazendo mensagens para que as pessoas fiquem em casa e respeitem os decretos.

Além disso, os guarda-vidas militares e civis estão fechando as entradas das praias com a fita zebrada da corporação e explicando para as pessoas que o decreto não permite a circulação e permanência dos cidadãos nas praias.

“Seguiremos atuando nas ruas enquanto for necessário para garantir segurança e saúde a todos, mas cada um precisa fazer a sua parte”, reitera o presidente do Colegiado de Segurança Pública e Perícia Oficial do Estado.

Notícias Relacionadas

Traficantes são presos em Braço do Norte

Foram apreendidas sete embalagens de cocaína prontas para a venda, 12.4 gramas de maconha e um R$ 6.500,00.

Domingo (11) com sol na maior parte do dia em SC

Temperatura alta, declinando no final do dia.

Mulheres vítimas de violência doméstica poderão ter cota de vagas de emprego em SC

A iniciativa determina que agências de emprego públicas e privadas devem reservar, no mínimo, 5% do total de vagas de trabalho existentes no cadastro para vítimas de violência doméstica ou familiar.

Novo presidente do TRE-SC toma posse na próxima sexta-feira (16)

Na mesma ocasião, o desembargador Leopoldo Augusto Brüggemann tomará posse como vice-presidente e corregedor regional eleitoral.