Geral

Forte temporal volta a causar danos e alagamentos em Braço do Norte

Aviões em um hangar e uma empresa também foram afetados na cidade.

Um forte temporal voltou a causar destruição e alagamentos na tarde deste sábado (04) no Sul do Estado. A cidade de Braço do Norte foi a mais acometida.

Conforme a Defesa Civil Regional de Tubarão, ruas da área central da cidade voltaram a ficar alagadas. “São ruas que já registram alagamentos com a ocorrência de chuvas com intensidade. Uma empresa de molduras foi parcialmente destelhada causando danos materiais. São as conhecidas chuvas de verão, que podem causar prejuízos quando acontecem”, lembra o coordenador regional Sargento Anderson Cardoso.

Ainda em Braço do Norte, um hangar com aviões ficou destruído com a queda da estrutura. Em outras localidades, houve queda de placas de publicidade e árvores. Segundo a Defesa Civil, pode surgir nas próximas horas novos registros de danos.

Em outras cidades, somente situações pontuais foram registradas.

Notícias Relacionadas

Amurel recomenda que municípios adotem nova quarentena por causa da Covid-19

Associação dos Municípios da Região de Laguna (Amurel) contempla 18 prefeituras. A situação da região é considerada gravíssima pelo governo de Santa Catarina em relação à doença.

Clínicas e laboratórios particulares de Braço do Norte terão que informar a Prefeitura sobre exames para Covid-19 realizados

O Decreto 026/2020, assinado pelo prefeito, Beto Kuerten Marcelino, na noite deste domingo (12), visa garantir a transparência sobre os dados da doença no Município.

Idoso capota carro sobre a Ponte Anita Garibaldi, em Laguna

Motorista de aproximadamente 80 anos estava sozinho quando perdeu o controle do veículo com placas de Braço do Norte.

Interessados em oferecer serviços de transportes com plataformas digitais têm 30 dias para se regularizar em Braço do Norte

Após 30 dias, aqueles que estiverem exercendo o transporte remunerado de passageiros e não estiverem regularizados estarão sujeitos às medidas estabelecidas na Lei Complementar 487/2019.