Geral

Funcionários dos Correios da região entram em greve nesta terça-feira

Divulgação

Os funcionários dos Correios de Tubarão e região aderiram à greve nacional por tempo indeterminado na manhã desta terça-feira, 18. O ato foi decretado por assembleias realizadas em diversos estados do país.

De acordo com diretor do Sindicato dos Trabalhadores na Empresa de Correios e Telégrafos e Similares de Santa Catarina (Sintect/SC), Jeferson da Rocha, a greve foi deflagrada nessa segunda-feira, às 22 horas. “O último concurso dos Correios foi realizado em 2011, ou seja, são nove anos sem novos profissionais. O salário base dos profissionais dos Correios é o menor salário do funcionário público federal”, comenta.

De acordo com a Federação Nacional dos Trabalhadores em Empresas dos Correios e Similares (FENTECT), os grevistas são contra a privatização da estatal, reclamam do que chamam de “negligência com a saúde dos trabalhadores” na pandemia e pedem que direitos trabalhistas sejam garantidos. A entidade diz que desde julho os sindicatos tentam dialogar com a direção dos Correios sobre estes pedidos, o que, segundo eles, não aconteceu. Alegam que, em agosto, foram surpreendidos com a revogação do atual Acordo Coletivo que estaria em vigência até 2021.

De acordo com texto publicado no site da federação, “Foram retiradas 70 cláusulas com direitos como 30% do adicional de risco, vale alimentação, licença maternidade de 180 dias, auxílio creche, indenização de morte, auxílio creche, indenização de morte, auxílio para filhos com necessidades especiais, pagamento de adicional noturno e horas extras.”

Outro motivo da greve, segundo a federação, é a possível privatização dos Correios e o “aumento da participação dos trabalhadores no Plano de Saúde, gerando grande evasão, e o descaso e negligência com a saúde e vida dos ecetistas na pandemia da Covid-19”.

No comunicado publicado no site da FENTECT, o secretário geral da federação, José Rivaldo da Silva, afirma que “o governo Bolsonaro busca a qualquer custo vender um dos grandes patrimônios dos brasileiros, os Correios. Somos responsáveis por um dos serviços essenciais do país, que conta com lucro comprovado, e com áreas como atendimento ao e-commerce que cresce vertiginosamente e funciona como importante meio para alavancar a economia. Privatizar é impedir que milhares de pessoas possam ter acesso a esse serviço nos rincões desse país, de norte a sul, com custo muito inferior aos aplicados por outras empresas”.

Com informações do site HC Notícias

Notícias Relacionadas

PRF prende quadrilha especializada em furto de roupas em shopping centers na região de Tubarão

Os suspeitos confessaram que furtaram as roupas de lojas da região no final de semana e estavam indo vender as roupas em Tubarão.

PRF prende dois casais que realizavam furtos em mercados em Araranguá e região

Os policias conduziram os quatro ocupantes do veículo para a delegacia da Polícia Civil de Araranguá.

Defesa Civil e Marinha alertam para chuvas, vento e alagamentos na região Litoral Sul

A Defesa Civil Regional de Tubarão confirmou que já há registro de alagamentos em várias cidades da região

Polícia encontra armas utilizadas em roubos na região de Tubarão

As armas foram encontradas em uma casa em Jaguaruna