Clima

Geada cobre a vegetação na Serra Catarinense com amanhecer abaixo de -2ºC

O frio é causado pela influência de uma massa de ar seco, que também mantém o tempo firme e ensolarado em todo o estado nesta quinta-feira

Foto: Mycchel Legnaghi/@saojoaquimonline

Nesta quinta-feira (30), feriado de Corpus Christi, a Serra de Santa Catarina amanheceu com temperaturas negativas e campos cobertos por geada. Em Urupema, os dados da Epagri/Ciram, órgão que monitora o clima no estado, registraram uma mínima de -2,78ºC.

Em São Joaquim, na mesma região, a estação meteorológica da prefeitura, conforme o site do Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), registrou uma mínima de -2,1ºC. A geada também foi observada no Vale dos Caminhos da Neve, a cerca de 3 quilômetros do centro da cidade.

De acordo com a Central de Meteorologia da NSC, embora a geada pareça um fenômeno raro no verão, ela é comum nas áreas mais altas e pode ocorrer durante todo o ano.

O frio é causado pela influência de uma massa de ar seco, que também mantém o tempo firme e ensolarado em todo o estado nesta quinta-feira. Com o ar seco e o predomínio do sol, as temperaturas sobem durante a tarde, mas as máximas não devem ultrapassar os 21°C na maioria das regiões, segundo a Defesa Civil.

Temperaturas mais baixas, conforme Epagri/Ciram:

  • Urupema: -2,78ºC
  • São Joaquim: -2,1ºC (dado da prefeitura)
  • Urubici: -1,28ºC
  • Fraiburgo: -0,58ºC
  • Otacílio Costa: 0,27ºC

Notícias Relacionadas

Thiago Fontanela: Carbonífera Catarinense comemora 25 anos com missa

Atualmente a empresa emprega 600 empregos diretos e colabora para mais 5000 indiretamente, esse número deve crescer ainda mais com o decorrer dos anos

Tigre vence o Botafogo por 2 a 1 e sobe para 13º lugar no Brasileirão

Agiotas que cobravam dívidas até no local de trabalho das vítimas são presos em SC

Empresário está entre os presos

Fim de semana de veranico antecede chuvas e temporais em Santa Catarina

Esse novo veranico de junho antecede a passagem de uma frente fria