Segurança

Gêmeos acusados de homicídio qualificado serão levados a júri popular em Criciúma

O crime aconteceu em 22 de outubro de 2018, em Nova Veneza

Divulgação

Irmãos gêmeos acusados de um homicídio duplamente qualificado serão julgados pelo Tribunal do Júri da comarca de Criciúma. A sentença de pronúncia foi prolatada nesta semana, pelo juízo da 1ª Vara Criminal da comarca local. O crime aconteceu em 22 de outubro de 2018, em Nova Veneza, quando a dupla, e uma testemunha, se dirigiram de Criciúma até a casa da vítima, no município vizinho, levados por um motorista de aplicativo.

A vítima, um jovem de 20 anos, foi alvejada por seis tiros que atingiram a face, crânio, mão esquerda e ombro direito. Segundo a denúncia, a motivação do crime teria envolvimento por disputas de um ponto de tráfico e dívidas de drogas. Depois do crime teriam novamente solicitado ao motorista que os buscasse.

Os réus respondem ao processo em prisão preventiva desde 20 de novembro de 2018 e tiveram negado o direito a recorrerem em liberdade. Os acusados serão julgados, pelo Conselho de Sentença, por homicídio duplamente qualificado por motivo torpe e recurso que dificultou a defesa da vítima. Ainda não há data definida para o julgamento. Cabe recurso ao Tribunal de Justiça. (Ação Penal nº 0011340-08.2018.8.24.0020).

Notícias Relacionadas

Rever: aplicativo que contribui para a coleta seletiva já tem grande demanda de usuários em Criciúma

Plataforma digital auxilia nas denúncias de irregularidades e solicitações para coletas

Polícia Civil apresenta dados positivos na repressão de roubos em Criciúma com prisões realizadas e criminosos identificados

Comparado com 2018, os dados indicam redução de roubos com uso de arma de fogo, roubos em residência e roubos com mais de três autores, com estabilização da quantidade de roubos gerais.

Morador é executado com cinco tiros em Criciúma

Segundo informações, a vítima saiu recentemente do presídio e possui passagens por pedofilia e estupro de vulnerável.

Tribunal de Justiça catarinense confirma pena para empresário que vendeu pipoca com rato dentro em Criciúma

Uma das vítimas, após ingerir a pipoca, teve intoxicação alimentar aguda causada por alimento contaminado.