Geral

Geoparque Cânions do Sul será avaliado por representantes da UNESCO

Conforme documento enviado pela UNESCO, a missão prevista para acontecer até o final de novembro, será realizada por dois avaliadores, um de Portugal e um do México

Divulgação

A região dos Cânions do Sul está a um passo de ser reconhecida como Geoparque Mundial da UNESCO. Os sete municípios que fazem parte do território receberão em breve a visita de profissionais responsáveis pela avaliação que vai definir sobre a chancela. A novidade foi anunciada pelo prefeito de Torres e presidente do Consórcio Intermunicipal Caminhos dos Cânions do Sul, Carlos Souza, em coletiva de imprensa realizada na tarde desta quarta-feira, 13, no Guarita Park Hotel.

Conforme documento enviado pela UNESCO, a missão prevista para acontecer até o final de novembro, será realizada por dois avaliadores, um de Portugal e um do México. A equipe do Geoparque está em tratativas para definir a melhor data de acordo com a disponibilidade dos profissionais.

“Os avaliadores estarão percorrendo todos os sete municípios do Geoparque para observar in loco o nosso trabalho como Geoparque. O objetivo é verificar se estamos de fato atuando de acordo com as diretrizes do Programa de Geoparques da UNESCO que envolve principalmente temas como: a valorização do nosso patrimônio geológico e cultural, a educação e o turismo sustentável”, destacou o presidente do Consórcio.

O Geoparque Caminhos dos Cânions do Sul é considerado oficialmente um Geoparque Aspirante ao título, resultado do trabalho que começou em 2007 e avançou nos últimos anos. Em 2019, o Consórcio enviou o dossiê de candidatura, que já foi avaliado e aprovado pela UNESCO. Por isso, o território está apto a receber agora a missão de avaliação.

O resultado sobre a chancela sairá no próximo ano. O relatório produzido pelos avaliadores será decisivo para que a UNESCO possa concluir sobre o título. Ao receber este reconhecimento, o Geoparque Cânions do Sul passa a fazer parte da Rede Global de Geoparques, o que representa principalmente novas oportunidades de divulgação internacional e consequente valorização do turismo sustentável na região, entre outros benefícios.

O encontro com a imprensa contou com a presença da equipe técnica do Geoparque e dos prefeitos Elisandro Pereira Machado, de Praia Grande (SC); Clério Daniel Olivo, de Morro Grande (SC); Ivan do Amaral Borges, de Cambará do Sul (RS); Roberto Biava, de Timbé do Sul (SC); Pedro Juarez da Silva, de Mampituba (RS) e João Batista Mezzari, de Jacinto Machado (SC). Prestigiaram o encontro também o diretor da Agência de Desenvolvimento do Turismo de Santa Catarina – Santur, Henrique Maciel, e a diretora de Turismo e Cultura da Associação dos Municípios do Extremo-Sul Catarinense, Helen Becker.

Notícias Relacionadas

Engenheiro da Famor esclarece aos vereadores de Orleans sobre trabalhos realizados

Na Ordem do Dia, foram aprovados Projeto de Lei Complementar, Moção de Apoio, Requerimento e Indicação.

Um projeto de lei e seis proposições pautam sessão do Legislativo de Lauro Müller

Atletas de Muay Thai, Karatê e Jiu Jitsu de Criciúma conquistam pódio em competições

Disputas foram no Rio de Janeiro e em Videira

“Ela era o tesouro da vida dele”, diz tia de policial morto pela filha em SC

Neife Werlang, de 46 anos, foi morto na sexta-feira (18) em São Miguel do Oeste; duas suspeitas estão apreendidas em Chapecó