Segurança

Golpe da lista telefônica é aplicado, em Tubarão

Golpe lista telefônica

Foto: Divulgação

O golpe da lista telefônica continua a fazer vítimas.  Em Tubarão, um empresário caiu na lábia dos golpistas, que atuam de forma muito rápida, sem tempo de a vítima poder fazer qualquer argumentação.

O golpe no empresário tubaronense aconteceu em abril e, como ele não efetuou o pagamento de R$ 498, apenas assinou um termo e encaminhou por e-mail. Um representante de uma suposta empresa de cobrança ligou ameaçando que o valor seria colocado em execução.

O golpe funciona com o recebimento de uma ligação e no outro lado da linha uma pessoa diz que é apenas para confirmação de dados, que não haverá custo para atualização. Eles informam que será enviado um documento por e-mail, que deve ser assinado e devolvido com urgência. Em seguida liga outra pessoa e pede para colocar o carimbo da empresa e assinar, para que seja efetuada a confirmação dos dados.

O tubaronense lembra que eles não mencionam nenhum valor a pagar, que seria apenas confirmação de dados, oferecendo gratuitamente a divulgação no site da lista telefônica da Guia Net Link. Após tudo encaminhado e o termo de “Autorização de Figuração” assinado, uma terceira pessoa liga dizendo que será encaminhado um boleto no valor mensal de R$ 498, num total de 12 parcelas e com previsão de multa em caso de atraso.

Com o argumento da vítima de que fora informada de que seria gratuito, o representante da lista telefônica diz que o valor consta no termo assinado e que deveriam ter lido o “contrato” antes. “Eles são rápidos e nem dão tempo de você contestar ou fazer qualquer pergunta, te deixando anestesiado pela conversa rápida e rasteira. Só se percebe que caiu no golpe pela sequência de ligações e ameaças.” O empresário diz que só não pagou porque não recebeu o boleto.

Como ele não pagou o boleto, recebeu ligação de uma suposta empresa de cobrança com ameaças de que haveria a execução de título caso o pagamento não fosse efetuado naquele mesmo dia. O pagamento continua sem ser efetuado por orientação do advogado. O empresário irá fazer registro no Procon e Boletim de Ocorrência.

A Câmara de Dirigentes Lojistas de Tubarão alerta para que os lojistas fiquem atentos e não aceitem qualquer contrato com publicidade em lista telefônica.

Com informações do Jornal Diário do Sul

Notícias Relacionadas

Ferramentas são furtadas da Secretaria de Obras de São Ludgero

Mulher cai em “golpe da recompensa” e perde mais de R$ 3 mil em Tubarão

O crime foi praticado por dois homens que a abordaram na saída de uma agência bancária no bairro Humaitá.

Homens levam mais de R$ 4 mil em assalto, em Tubarão

Dupla oferece oração a acamado e furta família em São Ludgero

Eles chamaram os moradores em frente ao portão e foram autorizados a entrar. Rondas foram realizadas pela Polícia Militar, mas ninguém foi localizado.