Esporte

“Gosto que a equipe tenha um equilíbrio”, frisa o novo técnico do Criciúma

Beto Campos é o novo técnico do Tigre

Foto: Carlos Rauen / NSC TV

Um time equilibrado, com uma defesa forte e um ataque competente. Essa será a proposta do técnico Beto Campos à frente do Criciúma, que luta para se firmar na ponta de cima da tabela de classificação do Campeonato Brasileiro da Série B. É a estreia do treinador em território catarinense. Para não decepcionar e levar o Tigre para a elite nacional, ele planeja ter uma equipe competitiva.

“Com certeza, uma equipe que tenha equilíbrio. Tem que ter uma defesa forte, que tenha qualidade para chegar aos atacantes. Gosto muito quando se joga pelos lados e com um atacante de referência. Com atletas da base ou com atletas mais experientes, temos que achar um equilíbrio para a equipe”, ressaltou.

O novo comandante do Tigre foi apresentado na tarde desta terça-feira (18), ao lado do preparador físico Márcio Corrêa, que retorna ao clube, e do diretor executivo de futebol Edson Gaúcho. Beto Campos disse que o Criciúma tem um grupo forte e que é preciso encontrar os problemas que levaram à queda de rendimento do time, e corrigi-los.

“A gente sabe que é uma equipe forte e, como eu falei anteriormente, temos que achar o que foi que aconteceu, essa queda de rendimento de um resultado a outro, para que a gente possa ir junto com todos buscar esse equilíbrio, buscar os pontos necessários para nós e ter a condição de equilibrar daqui para frente”, frisa o técnico.

Questionado sobre a aprovação que seu nome recebeu do torcedor do Tigre, o treinador agradeceu e salientou que espera, junto com os jogadores, reencontrar o caminho das vitórias. “Espero que a gente possa, junto com o grupo, retomar (as vitórias). Não é isso que vinha acontecendo. A gente vem com a intenção de trabalhar muito forte para buscar esses resultados”.

Quem é Beto Campos

Natural de Santa Rosa (RS), Gilberto Cirilo de Campos já esteve em várias equipes do Rio Grande do Sul, como Pelotas, Cruzeiro-RS, São José, Passo Fundo e Caxias. A maior conquista do treinador foi o título do Gauchão deste ano pelo Novo Hamburgo.

Depois do encerramento do estadual, Beto Campos fez um intercâmbio de dez dias no Flamengo, onde acompanhou o trabalho do então técnico do rubro-negro, Zé Ricardo (hoje no Vasco). Após, assumiu o comando do Náutico. Porém, foi demitido após nove jogos e apenas uma vitória na Série B do Campeonato Brasileiro. Ainda neste mês, havia anunciado o retorno ao Novo Hamburgo para a disputa do Gauchão da próxima temporada.

Beto Campos assume o Tigre com a missão de fazer o time voltar a vencer e entrar definitivamente no grupo de acesso à elite do Brasileirão. O primeiro compromisso do técnico será em Maceió (AL), às 16h30min de sábado, contra o CRB. A equipe catarinense ocupa a 8ª colocação na Série B com 34 pontos.

Com informações do site Diário Catarinense

Notícias Relacionadas

Núcleo do Projeto Tigrinhos chega aos municípios da Amesc

Convênio foi assinado entre Unesc, o Criciúma e a Prefeitura de Praia Grande.

Argel deixa o Tigre com 40% de aproveitamento

Passagem é a pior entre as três que o treinador teve pelo Tricolor Carvoeiro.

Tigre empata em casa e decepciona torcedores

Criciúma ficou no 0 a 0 com o Juventude na estreia do técnico Mazola Júnior. Equipe afunda na zona de rebaixamento e soma apenas um ponto na competição.

Beto Campos, ex-técnico do Criciúma, morre aos 54 anos