Geral

Governador destaca avanços de SC para retomada econômica em evento do Lide

Carlos Moisés também destacou que a gestão eficiente das contas permitiu ao Governo do Estado criar reservas para investir.

Divulgação

O governador Carlos Moisés participou nesta segunda-feira, 15, do segundo encontro do movimento É Hora de Acelerar, do Lide SC – Grupo de Líderes Empresariais -, em Florianópolis. Durante sua apresentação para o grupo de empresários, lideranças políticas e institucionais de Santa Catarina, o chefe do Executivo apresentou números positivos da gestão estadual e indicadores da retomada do movimento econômico do Estado.

“Neste período à frente do Governo do Estado, nós focamos em fazer o que é certo, cortar gastos extras e entregar aos catarinenses uma gestão mais enxuta. Estamos investindo em infraestrutura e criando políticas de fomento para que os empresários possam gerar desenvolvimento, emprego e renda no Estado”, afirmou Carlos Moisés. O governador destacou que, quando assumiu a gestão estadual, a projeção era de R$ 2,5 bilhões em deficit em 2019. Com revisão de contratos e cortes de gastos, esse número foi revertido e, em 2020, as contas estaduais fecharam com um superavit orçamentário de R$ 1,86 bilhão, o maior da história.

Carlos Moisés também destacou que a gestão eficiente das contas permitiu ao Governo do Estado criar reservas para investir. Até 2022, a projeção é que R$ 10 bilhões em recursos dos catarinenses sejam aplicados em infraestrutura, saneamento e políticas de financiamento para micro, pequenas e médias empresas.

O governador ainda destacou que, apesar dos desafios da pandemia, Santa Catarina foi o Estado que mais gerou empregos no Brasil, com 53 mil vagas criadas. Isso com uma gestão que também teve bons resultados na saúde. O equilíbrio entre desenvolvimento econômico e cuidado com as vidas permitiu ao Estado manter a mais baixa taxa de letalidade de coronavírus no país — 1,1%.

Aceleração econômica

Durante a abertura do encontro, o presidente do Lide-SC, Delton Batista, destacou o legado dos pioneiros colonizadores de Santa Catarina para a construção de uma economia forte e diversificada, que é referência no agronegócio, na indústria e na tecnologia. “Superar a crise e retomar a economia nos patamares que estavam antes não basta. Precisamos acelerar, buscar inspiração nos colonizadores do passado e avançar”, afirmou. Wilfredo Gomes, presidente do conselho do Lide-SC, também saudou os presentes.

O evento teve ainda palestra do jornalista da CNN Caio Copolla, sobre retomada da economia. O prefeito de Florianópolis, Gean Loureiro, o secretário de Estado da Administração, Jorge Eduardo Tasca, o chefe adjunto da Casa Civil, Juliano Chiodelli, e a deputada estadual Paulinha também estiveram presentes no evento.

Notícias Relacionadas

Urussanga: dois homens são presos por tráfico de drogas

Cerca de 43 buchas de cocaína, celulares e dinheiro foram apreendidos.

Caixa paga hoje 3ª parcela do auxílio para nascidos em março

Recursos serão depositados nas contas digitais dos beneficiários.

Jovem perde o controle do veículo e cai de viaduto na Via Rápida em Criciúma

Quando o Corpo de Bombeiros chegou ao local, o carro estava pegando fogo

Canadá passa Israel e agora é o 1º país que mais vacina no mundo

O gigante da América do Norte superou Israel, que vacinou 63% do seu povo e agora já tem mais de 64% dos canadenses vacinados com a primeira dose.