Trânsito

Governador determina início da pavimentação na SC-350, licitação para a SC-154 e anuncia investimentos

Para a SC-350, o investimento total é de mais de aproximadamente R$ 139 milhões e o prazo de conclusão é de 24 meses. As obras incluem a pavimentação de acessos aos dois municípios

Divulgação

A pavimentação asfáltica da SC-350, entre Passos Maia e Abelardo Luz, e da SC-154, de Faxinal dos Guedes a Ipumirim, vão sair do papel. Na manhã desta quinta-feira, 23, o governador Carlos Moisés assinou a ordem de serviço para início das obras na SC-350 e autorizou a licitação da SC-154, além de anunciar outras ações do Governo do Estado. Os atos em Passos Maia e Abelardo Luz somaram mais de R$ 372 milhões em investimentos e marcaram o início da agenda de trabalho do gestor no Oeste, que segue até sábado.

A chegada do asfalto nas duas rodovias vai potencializar o escoamento da produção, dará mais segurança aos usuários e fomentará o turismo da região. “São investimentos muito importantes para tirar a poeira da vida das pessoas, levar desenvolvimento a uma região tão importante. Lembro ainda de alguns meses atrás, quando contratamos o projeto da SC-350. Agora, como resultado de uma gestão que economizou para poder aplicar os recursos onde é mais necessário, podemos assinar a ordem para que as empresas iniciem a mobilização para começar a pavimentação da SC-350 e a licitação para a SC-154”, afirmou Carlos Moisés.

Para a SC-350, o investimento total é de mais de aproximadamente R$ 139 milhões e o prazo de conclusão é de 24 meses. As obras incluem a pavimentação de acessos aos dois municípios.

No primeiro ato, em Passos Maia, nas primeiras horas da manhã, o governador autorizou o início das obras da SC-350, no lote entre a interseção com a SC-154, em Passos Maia, e o quilômetro 23 da SC-350. Com investimento de R$ 73,4 milhões, os serviços serão executados pelo Consórcio Planaterra Engemass. No segundo ato, em Abelardo Luz, o governador autorizou o início das obras na outra parte da rodovia, que começa em Abelardo Luz e vai até o quilômetro 23. Para este lote, o investimento é de R$ 65,8 milhões, com execução da empresa Confer.

Os serviços contemplam calçadas compartilhadas para pedestres e ciclistas, além de uma ponte de 82 metros de comprimento sobre o Rio Chapecozinho, em Passos Maia. A rodovia SC-350 foi estadualizada em 2009, mas não recebeu investimentos na década passada.

Distâncias mais curtas

Para os prefeitos da região, a pavimentação transformará a realidade dos municípios. “Vai encurtar distâncias para quem vai transitar, escoar a produção, vai trazer desenvolvimento para os locais. Nosso município não vai ser mais fim de linha. Hoje temos apenas o acesso até a BR-282; após a conclusão, vamos estar interligados a outra rodovia, uma SC. É uma grande conquista”, pontuou o prefeito de Passos Maia, Osmar Tozzo.

Na avaliação do prefeito de Abelardo Luz, Nerci Santin, a pavimentação vai trazer um novo tempo de desenvolvimento para o município. “É um asfalto que vai encurtar distâncias. Nós temos aqui 1.400 famílias assentadas, e, com a pavimentação, vai ficar muito melhor para atender ao nosso povo e transportar o que é produzido. Estamos esperando essa obra há muito tempo, e hoje é um dia para apenas agradecer”, declarou Santin.

Mais investimentos para a infraestrutura da região

Em Passos Maia, além da ordem de serviço para a SC-350, o governador anunciou a licitação da pavimentação da rodovia SC-154, entre Faxinal dos Guedes e Ipumirim. Aguardada há décadas pela população, a estrada de terra, também conhecida como Rodovia da Integração, possui uma extensão de 26 quilômetros. O investimento estimado é de até R$ 119 milhões.

O secretário da Infraestrutura e Mobilidade, Thiago Vieira, destacou que os técnicos da Pasta trabalharam intensamente para agilizar o início da obra. “Quando o agricultor, o cidadão que paga tributos, que gera riqueza em Santa Catarina, pode ver o seu dinheiro sendo aplicado em tantas obras? Ninguém faz nada sozinho, isso é graças ao esforço de muita gente, e faço especial menção à bancada do Oeste. A união de esforços, mais a determinação do governador, permitiu superar todas as dificuldades”, frisou Vieira.

Em Abelardo Luz, também foi autorizada a licitação dos serviços de recomposição funcional do asfalto das rodovias SC-155 (Abelardo Luz a Bom Jesus), SC-156 (Lajeado Grande a Xaxim), SC-390 (Concórdia a Peritiba), SC-473 (Irani a Ipumirim), SC-484 (Chapecó a Guatambu) e rodovia entre Lajeado Grande e Marema. O investimento está estimado em aproximadamente R$ 17,3 milhões, valor que pode ser alterado conforme o resultado da licitação. A extensão dos trechos totaliza mais de 123 quilômetros.

Apoio aos municípios

Nos atos em Passos Maia e Abelardo Luz, o governador Carlos Moisés oficializou a destinação de mais de R$ 43 milhões para 18 municípios da região. Os recursos anunciados serão repassados às prefeituras de Passos Maia (R$ 1,05 milhão), Abdon Batista (R$ 5,41 milhões), Capinzal (R$ 10,1 milhões), Catanduvas (R$ 3,86 milhões), Irani (R$ 4,65 milhões), Ipira (R$ 2,62 milhões), Ipumirim (R$ 825 mil), Monte Carlo (R$ 1,7 milhão), Ponte Serrada (R$ 2,9 milhões), Vargeão (R$ 1,6 milhão), Abelardo Luz (R$ 600 mil), Xaxim (R$ 850 mil), Entre Rios (R$ 1,26 milhão), Ipuaçu (R$ 2,76 milhões), São Domingos (R$ 900 mil), Xanxerê (R$ 1,28 milhão), Xavantina (R$ 400 mil) e Coronel Martins (R$ 400 mil).

Os projetos dos municípios incluem obras de infraestrutura, educação, serviços de saúde e desenvolvimento social, entre outros. O governador também reiterou a determinação para que a Defesa Civil do Estado garanta todo o suporte ágil aos municípios e às famílias prejudicadas pelas condições climáticas na região.

Combate aos efeitos da estiagem

O roteiro do governador Carlos Moisés no Oeste também é fortemente pautado pelos investimentos para a resiliência hídrica e o combate aos efeitos da estiagem. Em Passos Maia e Abelardo Luz, o governador fez a entrega simbólica dos contratos de crédito aos produtores rurais Eduardo Cancelli e Lauri Soares, respectivamente, que irão investir em sistemas de armazenamento e distribuição de água em suas propriedades. Eles representam todos os produtores beneficiados nos 17 municípios que compreendem a Gerência Regional da Epagri de Xanxerê. Na região, estão sendo apoiados cerca de 218 projetos com quase R$ 4,5 milhões em investimentos.

Os investimentos em ações de resiliência hídrica são resultado de programas do Governo do Estado, com apoio da Assembleia Legislativa, que preveem a aplicação de R$ 300 milhões no enfrentamento à estiagem. Para 2021, estão destinados R$ 100 milhões, sendo R$ 30 milhões para convênios com prefeituras e R$ 70 milhões para investimentos diretos junto ao setor agrícola catarinense.

“Temos um grande desafio, que é a questão hídrica. Todos os deputados estaduais se empenharam jcom o governador Carlos Moisés para viabilizar todos esses investimentos, para sanar a crise hídrica que vivemos há tantos anos. Não tem um centavo de financiamento. É Santa Catarina camimhando com as próprias pernas, graças ao enxugamento da máquina pública promovido pelo nosso governador”, lembrou o secretário de Estado da Agricultura, Altair Silva.

Novos reservatórios em Abelardo Luz

Durante a agenda de trabalho do governador em Abelardo Luz, a Casan lançou uma licitação para a compra de dois reservatórios de aço inox para o município. Cada um deles terá capacidade para armazenar 200 mil litros. O investimento é estimado em R$ 1,6 milhão, em benefício de cerca de 5 mil habitantes do município.

Apoio a apicultores

Em Passos Maia, o governador também entregou o “kit apicultura”, que possibilita aos apicultores modernizar seus apiários, ampliando a produção e aprimorando a qualidade do mel produzido em Santa Catarina. Em 2021, já foram disponibilizados 352 kits de apicultura em Santa Catarina, com um valor de subsídio de mais de R$ 780 mil. O valor do kit é pago em parcela anual em até dois anos. Caso o produtor opte pelo pagamento em cota única, há subvenção de 60% sobre o valor que seria da segunda parcela, mas vai ser integrada à parcela única.

A iniciativa faz parte do Programa Terra Boa, da Secretaria de Estado da Agricultura, da Pesca e do Desenvolvimento Rural (SAR), em parceria com a Fecoagro e operacionalizado pela Epagri. Em 2021, o programa já apoiou mais de 52 mil agricultores, com subsídios concedidos de aproximadamente R$ 42 milhões, destinados à aquisição de sementes de milho, calcário, kit forrageira para pastagens, incentivo em cereais de inverno e kit apicultura.

Para Vargeão, também foi assinado pela SAR um convênio para aquisição de rede internet por fibra ótica no município no valor de R$ 300 mil.

Recursos para a saúde

Durante os atos, o governador oficializou repasses no total de R$ 500 mil para a saúde na região. Os recursos serão destinados ao custeio de leitos clínicos utilizados para atendimento à Covid-19 no Hospital Frei Bruno, em Xaxim (R$ 210 mil), à aquisição de equipamentos para o Centro Cirúrgico do Hospital Nossa Senhora Aparecida, de Abelardo Luz (R$ 200 mil, emenda da deputada Ana Caroline Campagnolo), e custeio e manutenção dos serviços de saúde no município de Vargeão (R$ 90 mil, emenda da deputada Marlene Fengler).

Mais energia para a região

Em Abelardo Luz, o governador também lançou oficialmente a abertura das etapas para a construção da subestação com capacidade inicial de mais de 26 MVA e 31 quilômetros de linha de distribuição de 138 kV no município. A Celesc investirá aproximadamente R$ 50 milhões. A licitação para a linha de distribuição abre em outubro e a da subestação está prevista para novembro. As obras devem ser entregues no começo de 2023.

Na ocasião, o Banco Regional de Desenvolvimento do Extremo Sul (BRDE) também autorizou uma operação de crédito com a empresa Quedas Geração de Energia Ltda., com sede em Abelardo Luz, no montante de R$ 1,5 milhão. O crédito será aplicado na implantação da Central Geradora Hidrelétrica (CGH) Quedas, com potência instalada de 0,323 MW. O empreendimento será instalado em terreno junto ao Quedas Park Hotel, em Abelardo Luz.

Acompanharam os atos em Passos Maia e Abelardo Luz o presidente da Alesc, Mauro de Nadal, o deputado federal Celso Maldaner, os deputados estaduais Marcos Vieira, Moacir Sopelsa, Padre Pedro Baldissera e Valdir Cobalchini, o chefe da Casa Civil, Eron Giordani, o subchefe da Casa Civil, Juliano Chiodeli, os secretários da Infraestrutura e Mobilidade, Thiago Vieira, da Agricultura, Altair Silva, da Saúde, André Motta Ribeiro, do Desenvolvimento Econômico Sustentável, Luciano Buligon, o secretário executivo da Comunicação, João Cavallazzi, o chefe da Defesa Civil, David Busarello, os presidentes da Casan, Roberta Maas dos Anjos, da Cidasc, Plinio de Castro, e da Epagri, Edilene Steinwandter, o diretor do BRDE, Vladimir Arthur Fey, além de prefeitos da região, vereadores, empresários, agricultores e moradores dos municípios beneficiados com os investimentos.

Notícias Relacionadas

Homem é assassinado na beira da praia, em Balneário Gaivota

Até o momento não há informações sobre idade e identidade da vítima

Coronavírus em SC: Matriz de Risco aponta 14 regiões no nível alto e três no moderado

As regiões em risco alto são Carbonífera, Extremo Oeste, Extremo Sul Catarinense, Foz do Rio Itajaí, Grande Florianópolis, Laguna, Médio Vale do Itajaí, Meio Oeste, Nordeste, Oeste, Planalto Norte, Serra Catarinsnse, Vale do Itapocu e Xanxerê

Garçons salvam banhista de afogamento em praia de Balneário Camboriú

Socorristas chegaram na sequência e continuaram protocolo de reanimação, que funcionou

Carro vai parar dentro do rio em SC minutos após sair de oficina

Apesar do prejuízo, ninguém ficou ferido com gravidade