Geral

Governador libera R$ 19,5 milhões em emendas para a Região Carbonífera

Carlos Moisés enalteceu os dois superávitis consecutivos no Governo do Estado em 2019 e 2020, que permitem investimentos volumosos em todo o estado sem comprometer as contas públicas

Divulgação

Mais de R$ 19,5 milhões serão investidos em infraestrutura, mobilidade, saúde, educação e agricultura nas 12 cidades que compõem a Associação dos Municípios da Região Carbonífera (Amrec). O governador Carlos Moisés assinou a liberação dos recursos na manhã desta sexta-feira, 21, em ato na sede da Associação Empresarial de Criciúma (Acic). Os investimentos são provenientes de 90 emendas parlamentares. O governador também fez a entrega de viaturas policiais aos municípios da região.

Carlos Moisés enalteceu os dois superávitis consecutivos no Governo do Estado em 2019 e 2020, que permitem investimentos volumosos em todo o estado sem comprometer as contas públicas. “São recursos que são dos catarinenses, não são de financiamentos. Essa transformação na gestão estadual faz com que o tributo arrecadado se reverta em benefício imediato e não traz endividamento”, detalhou. “Vamos pagar mais de R$ 800 milhões em emendas parlamentares para todos os municípios catarinenses, porque o Governo do Estado fez o dever de casa. Na próxima semana, vamos encaminhar à Alesc uma proposta de Emenda à Constituição para que possamos fazer transferências fundo a fundo para os municípios”, antecipou o governador.

A área com maior quantidade de emendas parlamentares é a saúde, com 28 destinações propostas pelos deputados. Já a infraestrutura e mobilidade é a que mais concentra investimentos, num total superior a R$ 7 milhões. Todos os municípios da região foram beneficiados: Balneário Rincão, Cocal do Sul, Criciúma, Forquilhinha, Içara, Lauro Müller, Morro da Fumaça, Nova Veneza, Orleans, Siderópolis, Treviso e Urussanga.

O prefeito de Criciúma, Clésio Salvaro, destacou a importância da descentralização de recursos para beneficiar os municípios. “Fui vereador e deputado por três legislaturas. O papel de legislar é sagrado, mas não pode ficar limitado. O papel do deputado também é o de ajudar a governar, e o que estamos vendo aqui é exatamente isso. Sou um grande defensor das emendas, porque ela nasce de uma conversa do deputado com líderes lá no bairro, no município, onde as pessoas vivem”, afirmou.

Os deputados estaduais presentes também frisaram a relevância dos investimentos para atender às demandas dos municípios e o empenho do governador Carlos Moisés em cumprir com a destinação dos recursos provenientes de emendas.

O ato teve a participação do presidente da Acic, Moacir Dagostin, o deputado federal Ricardo Guidi, os estaduais José Milton Scheffer, Ada de Luca, Rodrigo Minotto e Volnei Weber, o chefe da Casa Civil, Eron Giordani, o comandante-geral da Polícia Militar, Dionei Tonet, e os secretários de Estado Luiz Fernando Vampiro (Educação), André Motta Ribeiro (Saúde) e Thiago Vieira (Infraestrutura) e prefeitos da região, além vice-prefeitos, vereadores e demais lideranças.

Os parlamentares que destinaram emendas à região são Ada Faraco de Luca, Ana Caroline Campagnolo, Dr. Vicente Caropreso, Felipe Estevão, Fernando Krelling, Ismael dos Santos, Ivan Naatz, Jair Miotto, Jessé Lopes, João Amin, José Milton Scheffer, Júlio Garcia, Kennedy Nunes, Luiz Fernando Vampiro, Marcos Vieira, Nazareno Martins, Paulinha, Rodrigo Minotto, Sargento Lima, Sergio Motta e Volnei Weber.

Reforço para a segurança

Na ocasião, Carlos Moisés também oficializou a entrega de 12 novas viaturas para a Polícia Militar na Região Carbonífera e no Extremo-Sul. O reforço na frota beneficiará os municípios de Araranguá, Balneário Arroio do Silva, Criciúma (três viaturas), Ermo, Içara, Orleans, Santa Rosa do Sul, Siderópolis, Timbé do Sul e Turvo.

“É o maior investimento em Segurança Pública já realizado, e com recursos próprios. Isso nos permite chegar a todos os municípios, com qualidade para os nossos policiais servirem bem à comunidade”, resumiu o comandante-geral da PMSC, Dionei Tonet.

A entrega faz parte do programa SC Mais Segura, que consiste no investimento de R$ 343 milhões até o fim de 2022, com renovação de equipamentos, veículos, sistemas de inteligência e armamentos. O programa contempla todas as forças de segurança.

Notícias Relacionadas

Pesquisa aponta aumento de casos de covid em 1.217 cidades esta semana

O número corresponde a 33,9% das 3.591 prefeituras ouvidas

Governo de SC vai prorrogar estado de calamidade pública até 30 de setembro

Com a medida, o Estado fica desobrigado de cumprir algumas metas fiscais, o que facilita o combate ao vírus

Santa Catarina avança na certificação de propriedades livres de brucelose e tuberculose

A intenção da Secretaria da Agricultura é ampliar o número de certificações, para que esse seja mais um diferencial competitivo do agronegócio catarinense

Governo do Estado abre licitação para elaboração de estudo para criação de rodovia alternativa à BR-101 Norte

A empresa que for selecionada na licitação terá seis meses para executar um estudo identificando onde poderá passar essa nova rodovia