Geral

Governadora decreta luto oficial de três dias após tragédia em creche de SC

Quatro pessoas morreram, entre elas crianças, após um jovem entrar armado na escola.

Divulgação

A governadora Daniela Reinehr decretou nesta terça-feira, 4, luto oficial de três dias em Santa Catarina diante da tragédia na escola de educação infantil em Saudades, no Oeste catarinense. O texto será publicado no Diário Oficial desta terça-feira.

“Manifesto minha profunda tristeza e presto minha solidariedade a todos no município de Saudades. Nossas equipes de Segurança Pública estão na cidade atuando no atendimento à ocorrência e prestando todo o atendimento às vítimas e familiares”, afirmou Daniela Reinehr.

De acordo com a Secretaria de Segurança Pública, na manhã desta terça-feira, 4, uma creche no município de Saudades foi invadida por um homem, de 18 anos, que com uma arma branca – um facão – feriu crianças e professores. As equipes das polícias Militar e Civil, bem como o Corpo de Bombeiros Militar e o Instituto Geral de Perícias estão no local e a ocorrência ainda está em andamento.

Dois adultos e três crianças morreram. O autor desferiu golpes também contra o próprio pescoço, além de abdome e tórax e foi encaminhado em estado gravíssimo ao Hospital em Pinhalzinho.

Notícias Relacionadas

Primeiro evento-teste de SC reunirá 540 pessoas; público será monitorado

A apresentação da Camerata Florianópolis será acompanhada por membros da vigilância sanitária, do turismo e por pesquisadores de universidades.

Covid-19: cresce o número de pessoas que ainda não fizeram a segunda dose em Criciúma

Até o momento, mais de 1,5 mil pessoas não cumpriram o prazo determinado para a segunda aplicação.

Polícia Civil prende homem por descumprimento de medida protetiva de urgência em Orleans

Ele foi indiciado pelos crimes de ameaça em duas oportunidade e de descumprimento de medida protetiva em três oportunidades.

Do campo para a mesa – Dia do Agricultor reforça o papel deste importante setor

A data é celebrada no dia 28 de julho e em Cocal do Sul o segmento no último ano R$ 13,5 milhões; meta é chegar a R$ 15 mi