Geral

Governadora pede abertura de agências do BB voltadas ao agronegócio

A requisição foi feita durante uma audiência na sede do banco, em Brasília, ontem.

Divulgação

A governadora Daniela Reinehr solicitou ao presidente do Banco do Brasil, Fausto de Andrade Ribeiro, a abertura de agências voltadas especificamente ao agronegócio em Santa Catarina. A requisição foi feita durante uma audiência na sede do banco, em Brasília, na tarde desta segunda-feira, 26.

Segundo a governadora, Santa Catarina é um polo de agronegócio entre os mais produtivos do país e tem potencial para receber as estruturas e impulsionar ainda mais o setor. Ela destacou que o presidente se mostrou receptivo à ideia.

“O presidente Fausto nos disse que o Banco do Brasil tem a intenção de abrir dois espaços voltados especificamente ao agronegócio. Um deles deve ficar em Chapecó. Acredito que é uma forma de valorizar os clientes e ainda atrair novos investidores”, afirmou a governadora.

O presidente Fausto relatou que, na reestruturação recente, o Banco do Brasil já ampliou de 25 para 56 o número de agências com carteiras voltadas ao agronegócio em Santa Catarina. O banco disponibilizou aos agricultores catarinenses cerca de R$ 10 bilhões.

Com informações do site TNSul

Notícias Relacionadas

Defesa Civil de Criciúma realiza abertura da Operação Primavera e do Curso de Agente Voluntário nesta terça-feira

Evento inicia às 19h, no plenário da Amrec. Operação visa executar atividades de prevenção no município

Saldo positivo na abertura de empresas demonstra confiança empresarial na retomada econômica

Desde o início do ano, até 13 de maio, o estado conta com um saldo de 35.144 novas empresas, enquanto no mesmo período do ano passado foram 31.955 constituições.

Coronavírus em SC: Governador entrega equipamentos para abertura de leitos de UTI em Laguna

O governador Carlos Moisés vistoriou na manhã desta sexta-feira (31), o Hospital de Caridade Senhor Bom Jesus dos Passos, em Laguna

Caixa e BB iniciam quinta fase de pagamento de abono do PIS/Pasep

Trabalhadores têm até 30 de junho de 2020 para sacar recursos.