Geral

Governo autoriza obras preventivas e lideranças cobram nova alteração no limite de cargas na Serra do Rio do Rastro

Governador Carlos Moisés visitou o Sul nesta segunda-feira (11). Serão 25 pontos de intervenção. Dois deles na localidade de Pindotiba, em Orleans, e os outros em Lauro Müller, na Serra do Rio do Rastro

Fotos: Adriano Ghellere/Sul In Foco

Quatro meses. Este é o prazo previsto para o término da licitação e escolha da empresa responsável pelas obras preventivas na rodovia SC-390, trecho entre Orleans, Lauro Müller e Bom Jardim da Serra. O governador Carlos Moisés entregou nesta segunda-feira (11,) o termo de referência em ato realizado no posto da Polícia Militar Rodoviária (PMRv), no distrito do Guatá, em Lauro Müller.

Fotos: Adriano Ghellere/Sul In Foco

“É importante esses atos de prevenção para que possamos trazer segurança aos turistas, transportadores de cargas e demais usuários que utilizam a rodovia. Por isso, o empenho da Defesa Civil do Estado em viabilizar esse termo de referência para que possamos iniciar a licitação e receber essa verba, que já está separada, do Governo Federal. A demora foi por dificuldades de terminar o que tem que ser feito e, alinhar com o Governo Federal. Não falarei de gestões anteriores. O importante é que estamos fazendo nosso governo. Dependemos do andamento da licitação e, no prazo de média de 3 a 4 mestes, lançaremos a licitação”, enalteceu o governador Carlos Moisés.

Investimento de R$ 19 milhões

O Ministério do Desenvolvimento Regional aprovou o investimento de R$ 19 milhões para as obras. O termo de referência, que servirá como base para o edital, foi elaborado pela Defesa Civil, e descreve ao longo de 542 páginas os trabalhos de engenharia que precisam ser feitos na rodovia. Serão 25 pontos de intervenção. Dois deles na localidade de Pindotiba, em Orleans, e os outros em Lauro Müller, na Serra do Rio do Rastro

Fotos: Adriano Ghellere/Sul In Foco

O prefeito em exercício de Lauro Müller, Pedro Barp Rodrigues, secretários municipais, vereadores, o coordenador Municipal de Defesa Civil, Rafael Bonotti, e outras lideranças locais, marcaram presença e prestigiaram o ato. “Trata-se de um momento muito importante para o nosso município. Sabemos o quanto a Serra do Rio do Rastro representa para a nossa economia, não só de Lauro Müller, mas de muitos outros municípios da região, tanto do litoral, como da Serra Catarinense. Ficamos felizes com esta importante conquista, pois todo processo de levantamento e estudos dessas áreas de risco foi executada por nossa Defesa Civil Municipal com a Regional de Criciúma”, comemorou Pedro Barp.

Fotos: Adriano Ghellere/Sul In Foco

Os prefeitos de Orleans, Jorge Koch, de Bom Jardim da Serra, Serginho Rodrigues de Oliveira, os secretários de Estado da Casa Civil, Douglas Borba, de Infraestrutura, Carlos Hassler, e da Defesa Civil, João Batista Cordeiro Junior, estavam entre as autoridades que acompanharam o ato. A deputada federal Carmen Zanotto e o deputado estadual Volnei Webber também estiveram presentes.

A próxima etapa, antes do início das obras, é a licitação para a escolha da empresa que executará o serviço. O processo será conduzido pela Secretaria de Estado de Infraestrutura. “Com união, integração e trabalho sério, conseguimos fazer a coisa acontecer. A partir de agora, vamos trabalhar na licitação para a obra sair do papel”, informou o secretário de Infraestrutura no Estado, Carlos Hassler.

15 toneladas de carga líquida e não de Peso Bruto Total – PBT

Fotos: Adriano Ghellere/Sul In Foco

Mesmo com a liberação do tráfego de caminhões com até 15 toneladas no trecho da Serra do Rio do Rastro, a alteração do montante da carga foi novamente revindicado por lideranças municipais e estaduais, junto ao governador Moisés. “Nem se imagina o tamanho do impacto para a nossa cidade, em especial para fruticultura, pecuária e agricultura. Muitas perdas. Estamos mobilizados e esperamos que seja resolvido o quanto antes esta situação”, destacou o prefeito de Bom Jardim da Serra, Serginho Rodrigues.

“Se não for aberto para caminhões com 15 toneladas de carga, muitos negócios vão acabar. Que, de imediato, o Governo faça uma intervenção e feche as fissuras na pista, liberando o trafego para caminhões com 15 toneladas de carga. Que se coloque balança no trecho para controlar isso”, finaliza o deputado Weber.

Veja mais fotos do evento

  • IMG_9197 (Copy)
  • IMG_9205 (Copy)
  • IMG_9216 (Copy)
  • IMG_9167 (Copy)
  • IMG_9233 (Copy)
  • IMG_9195 (Copy)
  • IMG_9240 (Copy)
  • IMG_9244 (Copy)
  • IMG_9217 (Copy)
  • IMG_9182 (Copy)
  • IMG_9191 (Copy)
  • IMG_9203 (Copy)
  • IMG_9225 (Copy)
  • IMG_9237 (Copy)
  • IMG_9228 (Copy)
  • IMG_9188 (Copy)
  • IMG_9208 (Copy)

Notícias Relacionadas

Obras de recuperação da SC-390 começam nesta terça-feira

Assinatura da ordem de serviço, com a presença do Governador do Estado, Eduardo Pinho Moreira e o Secretário de Infraestrutura do Estado Paulo França, está prevista para acontecer na quarta (26), em Orleans.

Postos da Polícia Rodoviária mantém interdição da Serra e alegam não ter recebido comunicação oficial

Lideranças municipais de Lauro Müller e Bom Jardim da Serra foram informados na manhã desta sexta-feira (01), da liberação do tráfego de caminhões até 15 toneladas na SC-390, trecho da Serra do Rio do Rastro.

Serra do Rio do Rastro fica interditada temporariamente após vendaval

Houve queda de algumas pedras, árvores e postes sobre a rodovia. Nesta manhã de terça (12), o trânsito flui normalmente no trecho, porém, com registro de vento e muita chuva.

Governador admite que atraso da licitação para recuperação da SC-390 está sendo “sinal de incompetência”

Moreira fez declaração ao ser questionado pelo Portal Sul In Foco nesta segunda (30). Em março, o Governo do Estado autorizava o processo de licitação.