Geral

Governo de Criciúma estuda implantação de Escritório de Projetos

Modelo utilizado no Estado foi apresentado ao Município, em reunião nessa terça-feira

Divulgação

A gestão de projetos do Governo Municipal de Criciúma pode ficar ainda mais eficiente. Em uma reunião na sede da Polícia Civil de Santa Catarina, em Florianópolis, na tarde dessa terça-feira (28), um grupo de trabalho de Criciúma conheceu o modelo do Escritório de Gestão de Projetos de Santa Catarina (EPROJ). Na reunião, o secretário-geral, Vagner Espíndola, o diretor de Tecnologia da Informação, Tiago Pavan, e a engenheira da Secretaria de Infraestrutura, Planejamento e Mobilidade Urbana, Kátia Smielevski, além de outros integrantes do Governo Municipal, foram recepcionados pelo delegado Gustavo Madeira, Gerente de Planejamento e Avaliação da Polícia Civil.

“Estamos com um grande número de projetos encaminhados para saírem do papel nos próximos anos e, por isso, é importante pensarmos na gestão, para que o planejamento seja feito da melhor forma possível, de maneira a otimizar o trabalho das secretarias e reduzir possíveis falhas nos processos”, ressaltou o secretário-geral Vagner Espíndola. Segundo ele, o Governo do Município estuda a implantação de um escritório de projetos semelhante, em Criciúma.

“Foi uma reunião muito produtiva, onde conhecemos os detalhes da organização e pudemos vislumbrar a possibilidade de implantação no município”, concluiu.

Sobre o EPROJ

O Escritório de Gestão de Projetos de Santa Catarina (EPROJ) atua para auxiliar os órgãos do estado a implantarem os Núcleos de Projetos Setoriais (NUPROJs). O órgão desenvolve o gerenciamento de projetos desde 2013, mas desde 2019, com a reforma administrativa, foi alçado a uma posição mais estratégica, ficando vinculado diretamente ao gabinete do Chefe do Executivo. Desde então, passou a ser reconhecido formalmente como estrutura do Estado.

O objetivo do EPROJ é tornar as ações do governo mais eficientes, fazendo a interlocução entre as secretarias e órgãos, alinhando estratégias e desenvolvendo a cultura de projetos no Estado.

Notícias Relacionadas

Mãe de Bolsonaro morre aos 94 anos no interior de São Paulo

Olinda Bolsonaro estava internada no Hospital São João, em Registro, desde a última segunda-feira (17)

Caixa paga hoje Auxílio Brasil a cadastrados com NIS final 4

Valor mínimo para cada família é de R$ 400

Entenda por que está tão quente em Santa Catarina

Estado tem registrado temperaturas históricas neste início do ano, com temperaturas acima dos 40 ºC

Mulher leva mais de 20 facadas em São Ludgero; autor do crime fugiu

Um dos filhos da vítima afirmou que o homem chegou à residência a pé, entrou dentro da casa, esfaqueou a mãe e depois saiu correndo com a faca e, logo após, o possível autor fugiu do local com um veículo Fiat Uno de cor vermelha