Saúde

Governo de SC define início da vacinação de pessoas com comorbidades

Decisão sairá de reunião neste domingo, quando serão definidos ordem e calendário de imunização de pessoas com comorbidades

Divulgação

A SES (Secretaria de Saúde) realiza às 19h deste domingo (2) uma reunião referente a vacinação de pessoas com comorbidades em Santa Catarina. A pasta definirá qual será a ordem de prioridade e quando iniciará a vacinação deste grupo.

Participarão do encontro apenas técnicos da Secretaria de Saúde e da Dive/SC (Diretoria de Vigilância Epidemiológica de Santa Catarina). Os detalhes devem ser divulgados nesta segunda-feira (3), após formalização das decisões, informa a Dive.

O Ministério da Saúde estabeleceu uma ordem prioritária de vacinação, que define a sequência do cronograma. Com base no documento, segundo a Dive, os técnicos avaliarão se ela condiz com o perfil de Santa Catarina, adaptando a realidade do Estado.

A vacinação de pessoas com comorbidades já era prevista pelo Ministério da Saúde para começar em maio. Ela integra a terceira fase do PNI (Plano Nacional de Imunização).

Novas vacinas

O anúncio ocorre em um momento que Santa Catarina recebeu novos lotes de vacinas nesta sexta-feira e sábado (1º). Somados, os lotes correspondem a 452.250 doses do imunizante Astrazeneca, produzido pela Fiocruz, e 33.900 doses de Coronavac, do Instituto Butantan.

Um novo lote chegará ainda nesta segunda-feira (3). São 17.550 doses da vacina Pfizer que chegam ao estado no início da tarde, distribuídas aos municípios de Florianópolis (10.530 doses) e São José (7.020 doses).

De acordo com a Dive/SC, o grupo de comorbidades engloba adultos de 18 a 59 anos com:

  • Diabetes melitus
  • Pneumopatis crônicas graves
  • Hipertensão Arterial Resistente (HAR)
  • Hipertensão arterial estágio 3
  • Hipertensão arterial estágios 1 e 2 com LOA e/ou comorbidade
  • Insuficiência cardíaca
  • Cor-pulmonale e hipertensão pulmonar
  • Cardiopatia hipertensiva
  • Síndromes coronarianas
  • Valvopatias
  • Miocardiopatias e pericardiopatias
  • Doenças da aorta, dos grandes vasos e fístulas arteriovenosas
  • Arritmias cardíacas
  • Cardiopatias congênitas no adulto
  • Próteses valvares e dispositivos cardíacos implantados
  • Doença cerebrovascular
  • Doença renal crônica
  • Imunossuprimidos
  • Anemia falciforme
  • Obesidade mórbida
  • Síndrome de Down
  • HIV (grupo foi incluído no fim de março)

Com informações do NDMais

Notícias Relacionadas

PM realiza apreensão de entorpecentes e apetrechos para confecção de drogas em residência de Criciúma

No imóvel, 28 gramas de maconha, 518 gramas de cocaína e uma prensa para transformar o entorpecente foram localizadas; uma mulher foi presa.

Material de pornografia infantil é apreendido em Imbituba

Na casa de um homem, de 46 anos, foram encontrados de dois discos rígidos e um celular, equipamento provavelmente utilizado nas condutas criminosas.

Residência é destruída por incêndio em Cocal do Sul

A residência, de aproximadamente 70 m², foi destruída e o trator, que estava ao lado do imóvel e encontrava-se parcialmente queimado, foi resguardado.

Com dívidas de R$ 30 mil, ONG Amigo Fiel solicita apoio em Forquilhinha

Mais de 1,3 mil animais já foram resgatados, tratados, castrados e encaminhados para adoção.