Saúde

Governo do Estado distribui neste sábado (3) mais doses da vacina contra a Covid-19

Divulgação

O Governo do Estado começa neste sábado, 3, a distribuição para os municípios das vacinas recebidas na última quinta-feira, 1º de abril. São 60 mil imunizantes destinados à  aplicação da primeira dose e 147.400 para a segunda dose. Essa foi a maior remessa encaminhada pelo Ministério da Saúde (MS) a Santa Catarina, com 309.050 unidades, sendo 18.250 doses da Oxford/Astrazeneca e 290.800 Sinovac/Butantan.

Em reunião extraordinária tripartite, realizada em 30 de março, que teve a participação do Ministério da Saúde, Conselho de Secretários Estaduais e Municipais, além de representantes dos laboratórios Butantan e Fiocruz, foi divulgado um novo cronograma de entrega das vacinas ao Ministério no mês de abril. A informação consta no nono informe técnico do Programa Nacional de Imunizações do Ministério da Saúde (MS).

De acordo com o plano, o laboratório Butantan prevê a entrega de 4,5 milhões de doses da vacina Sinovac/Butantan neste mês. Na última remessa encaminhada entre os dias 29 e 31 de março, foram entregues ao Ministério da Saúde 8 milhões de doses, das quais 290.800 vieram para Santa Catarina. Caso se mantenha a previsão, até o fim do mês o Estado deve receber mais 163.500 doses.

Na última quinta-feira, durante reunião com os municípios, foi acordado que todos deverão dar continuidade à vacinação. Para garantir a correta imunização dos cidadãos, devem ser convocadas as pessoas que estão dentro do período de 21 a 28 dias, desde a primeira aplicação, para tomarem a segunda dose da vacina. Também será feita a identificação daqueles que pertencem aos grupos já abertos, que ainda não foram vacinados.

A secretária da Saúde, Carmen Zanotto, solicitou à Diretoria de Vigilância Epidemiológica que avaliasse a possibilidade de redirecionar cerca de 20% das vacinas Sinovac/Butantan, recebidas para segundas doses, para aplicação das primeiras doses, o que foi prontamente atendido. A estratégia busca dar continuidade à campanha de vacinação, considerando a inclusão de novos grupos determinados pelo Ministério da Saúde.

São os profissionais das forças de segurança e salvamento e forças armadas, profissionais diretamente envolvidos no atendimento e/ou transporte de pacientes, em resgates e atendimento pré-hospitalar nas ações de vacinação contra a Covid-19, e na implantação e monitoramento das medidas de distanciamento social, com contato direto com o público, independente da categoria.

A secretária informou também que está em contato com o Ministério da Saúde para que seja dado celeridade ao envio de mais imunizantes para aplicação das primeiras doses. Carmen Zanotto irá pessoalmente a Brasília no início da próxima semana, tratar da regularização do número de doses que o estado necessita para vacinação de 100% dos trabalhadores de saúde e população acima de 60 anos de idade.

Notícias Relacionadas

Vereadores de Orleans aprovam Projeto de Lei que institui o Dia Municipal da Fibromialgia

De autoria da vereadora Mirele Debiasi, projeto dispõe sobre filas de atendimento e vagas para estacionamentos preferenciais.

Quase 150 mil doses de vacinas contra Covid-19 desembarcam em SC

Lotes contam com imunizantes Astrazeneca e Coronavac; mais 170 mil doses devem chegar ao Estado na tarde desta terça-feira (27).

Ótica Mais promove sorteio de relógio e almoço em celebração ao Dia dos Pais

Para a data, relógios Orient estarão com 20% de desconto e, no Sábado Mais, dia 7 de agosto, café colonial será servido aos clientes.

Com 60% da população vacinada, mortes e casos de covid-19 caem 40%

São 96 milhões de brasileiros vacinados com, pelo menos, a 1ª dose.