Geral

Governo do Estado garante vacinação contra o coronavírus para população catarinense em reunião com a Fecam

De acordo com a Secretaria da Saúde, o Estado tem 1.186 salas de vacina e, neste momento, o trabalho é de ampliação e qualificação das equipes de vacinação

Divulgação

O governador Carlos Moisés assegurou nesta sexta-feira, 11, que Santa Catarina terá vacinação contra a Covid-19 para a população. O chefe do Executivo estadual confirmou a informação a prefeitos e deputados durante reunião online com a Federação Catarinense dos Municípios (Fecam) no fim da tarde, após conversa com o ministro da Saúde, Eduardo Pazuello. Durante a videoconferência, Carlos Moisés informou que o governo federal trabalha para anunciar o Plano Nacional de Imunização na próxima semana, com distribuição das doses entre o fim de janeiro e fevereiro de 2021.

Carlos Moisés também sinalizou que, caso seja necessário, o Governo do Estado dispõe de R$ 300 milhões separados em caixa para compra de vacinas. Os valores seriam suficientes para adquirir cinco milhões de doses. “Estamos comprometidos em garantir a imunização dos catarinenses. O governo federal é o responsável pelo Plano Nacional de Imunização e temos que acompanhá-los nesse sentido. A parte do governo estadual está sendo feita, com a preparação da logística, das equipes de profissionais e licitação de seringas”, afirmou o governador. O Estado já adquiriu 15 milhões de agulhas.

O secretário de Estado da Saúde, André Motta Ribeiro, afirmou que na próxima segunda-feira, 14, será feita a apresentação do planejamento da Campanha de Vacinação para 2021, que já está pronto. “O programa brasileiro de imunização é o melhor programa de vacinação do mundo e ele precisa ser respeitado e valorizado. É obrigação do governo estadual preparar a logística, fazer o dimensionamento de insumos e equipes. Neste sentido, tudo está planejado e organizado”, destacou.

De acordo com a Secretaria da Saúde, o Estado tem 1.186 salas de vacina e, neste momento, o trabalho é de ampliação e qualificação das equipes de vacinação.

Participaram da reunião nesta sexta-feira os deputados estaduais Paulinha, Luciane Carminatti, Vicente Caropreso, Zé Milton Scheffer e Ada de Luca, além do presidente da Fecam, Paulo Roberto Weiss, e prefeitos de cidades catarinenses.

Notícias Relacionadas

HSJosé realiza primeira cirurgia de transplante de tecido ósseo pelo SUS

Instituição que é a primeira do Sul do Estado autorizada para realizar o procedimento, foi credenciada em dezembro para a realização de Transplantes de Tecido Músculo Esquelético.

Criciúma chega a 250 óbitos por coronavírus

O pacientes era residência do município.

Brasil não pode importar doses das vacinas de Oxford vindas da Argentina

As doses produzidas na fábrica da Argentina devem ser enviadas para os países vizinhos, enquanto o Brasil segue esperando liberação da China.

Polícia apreende mais de 600 quilos de peixe protegido pelo período de defeso em Imbituba

Todo o pescado foi doado a entidades sem fins lucrativos.