Segurança

Grupo criminoso do ‘Rei dos Caixeiros’ é alvo de operação da polícia em SC

Além do cumprimento das medidas, a polícia apreendeu bens que somam R$ 10 milhões

Divulgação

A Diretoria Estadual de Investigações Criminais (Deic) cumpriu nove mandados de busca e apreensão em Joinville, Camboriú e Balneário Camboriú durante a segunda fase da operação Xeque-Mate. Os envolvidos são do grupo liderado pelo conhecido “Rei dos Caixeiros”, preso em novembro de 2020, e são investigados por lavagem de dinheiro, além de furtos a caixas eletrônicos.

A investigação apontou que um grupo catarinense, cujo líder era conhecido como “rei dos caixeiros”, se dedicava à prática de crimes de furtos em caixas eletrônicos, evitando crimes no Estado a fim de não serem investigados pela Polícia Civil local.

O objetivo das medidas é a apreensão de documentos capazes de confirmar as hipóteses de ocultação e dissimulação de lavagem de dinheiro, confirmar a ilegalidade de patrimônio, a identificação de outros bens os quais estariam em nome de laranjas.

Além do cumprimento das medidas, a polícia apreendeu R$ 10 milhões em bens nas duas fases: seis imóveis, 22 veículos e uma moto aquática no primeiro momento, e mais oito imóveis e 13 veículos durante o segundo.

Com informações do NSCTotal

Notícias Relacionadas

PF prende em Araranguá falsificador de cédulas foragido há 5 anos

O homem de 54 anos foi preso quando viajava de carro para o Rio Grande do Sul; polícia apreendeu R$ 23 mil que estavam no veículo.

Previdência: os capítulos finais da reforma em Santa Catarina

Comissões Técnicas recebem nesta terça-feira (3) votos vista dos deputados que desejam mudanças no relatório preliminar.

SC amanhece com temperatura abaixo de -4ºC e geada

Temperatura mais baixa no amanhecer foi de -4,24ºC em Urupema.

Homem é assassinado a tiros dentro de casa em Araranguá

Trio foi abordado em um carro e um homem confessou o assassinato; duas armas foram apreendidas.