Segurança

Grupo criminoso do ‘Rei dos Caixeiros’ é alvo de operação da polícia em SC

Além do cumprimento das medidas, a polícia apreendeu bens que somam R$ 10 milhões

Divulgação

A Diretoria Estadual de Investigações Criminais (Deic) cumpriu nove mandados de busca e apreensão em Joinville, Camboriú e Balneário Camboriú durante a segunda fase da operação Xeque-Mate. Os envolvidos são do grupo liderado pelo conhecido “Rei dos Caixeiros”, preso em novembro de 2020, e são investigados por lavagem de dinheiro, além de furtos a caixas eletrônicos.

A investigação apontou que um grupo catarinense, cujo líder era conhecido como “rei dos caixeiros”, se dedicava à prática de crimes de furtos em caixas eletrônicos, evitando crimes no Estado a fim de não serem investigados pela Polícia Civil local.

O objetivo das medidas é a apreensão de documentos capazes de confirmar as hipóteses de ocultação e dissimulação de lavagem de dinheiro, confirmar a ilegalidade de patrimônio, a identificação de outros bens os quais estariam em nome de laranjas.

Além do cumprimento das medidas, a polícia apreendeu R$ 10 milhões em bens nas duas fases: seis imóveis, 22 veículos e uma moto aquática no primeiro momento, e mais oito imóveis e 13 veículos durante o segundo.

Com informações do NSCTotal

Notícias Relacionadas

Ciclone começa a perder força, mas chuva continua até a noite

Os rios da região se manterão como estão com tendência a terem a água escoada

Unidades de saúde de Cocal do Sul atenderão em horário especial aos sábados

Ação inicia neste sábado (13) e se estende até o dia 3 de setembro

VÍDEO: Veja momento em que placa de atacadista despenca e quase atinge carro

Moradores registraram o momento em que toda estrutura vai ao chão com a força do vento

Crianças agora podem denunciar casos de violência por meio de aplicativo

A plataforma "Sabe - Conhecer, Aprender e Proteger" ainda explica os tipos de violência e o que fazer se a criança enfrentar determinadas situações