Política

Hélio e Nestor vão respeitar o que o diretório do PMDB decidir

Maioria dos membros do diretório compareceu a reunião para acompanhar o desfecho do imbróglio.

Estão enganados aqueles que pensam que Hélio Bunn e Nestor Spricigo estão brigados ou que o PMDB está rachado. Numa clara e transparente demonstração de união e grandeza os membros do diretório municipal do PMDB de Lauro Müller estiveram reunidos na noite desta terça-feira (3), às 20h, na sede da Associação Recreativa e Esportiva Minas – AREM, quando presenciaram Hélio e Nestor pregando unidade e apertando as mãos.

Até instantes antes de acontecer, o encontro foi o principal assunto nos bastidores da política nos quatro cantos do município. As informações como sempre, não eram precisas sobre o que seria tratado na reunião. O próprio presidente do PMDB, Alfonso Nuernberg, para evitar maiores especulações chegou a declarar que no encontro não seria discutido sobre o impasse envolvendo os nomes de Hélio e Nestor.

Não foi o que aconteceu de fato no encontro que contou com a presença tanto do prefeito Hélio Bunn, quanto do ex-prefeito Nestor Spricigo. Após aberto os trabalhos pelo presidente Alfonso Nuernberg, discursaram o líder da bancada na Câmara, vereador Helder Velho e o vice-prefeito, Paulo César Antunes, que pediram união dos militantes para encarar mais um processo eleitoral.

Porém os membros do diretório queriam ouvir mesmo eram os dois pré-candidatos do PMDB. Primeiro falou Nestor Spricigo, que em um discurso empolgado, lembrou sua trajetória política dentro do PMDB, desde a época que foi candidato a vereador. “Meu nome está mais uma vez a disposição do partido, porém garanto para todos vocês que não vou passar por cima do diretório. O que vocês decidirem eu acatarei”, declarou Spricigo, acrescentando que até as convenções muita coisa pode acontecer e na hora certa todos verão ele e o prefeito Hélio apertar as mãos e trabalharem juntos para o bem do PMDB.

Por sua vez, Hélio Bunn, também disse que seu nome está a disposição do PMDB para disputar a reeleição a prefeito. “Todos vocês me conhecem e sabem do meu jeito de trabalhar e fazer política. Não é novidade que desde que assumi a prefeitura venho mantendo contato com o PSDB buscando uma aproximação para uma futura coligação nas eleições deste ano. A conversa está bem adiantada e o presidente De Brida já acenou que aceita ser vice do PMDB. Isto não sou eu quem vai decidir, será vocês que formam o diretório do nosso partido. Vou aceitar aquilo que vocês decidirem, mas para uma vitória nas eleições que se aproximam a coligação com o PSDB seria importante”, registrou Hélio Bunn.

O presidente da Câmara de Vereadores, Manoel Jades Izidorio, o “Maneca”, disse após o encontro que agora está tranqüilo. “Saio daqui aliviado, por que vi o nosso PMDB falando a mesma língua. O Hélio e o Nestor demonstraram que são pessoas sabias e que querem ver o PMDB unido como sempre esteve. Fiquei muito feliz ao ouvir da boca dos dois que eles vão respeitar aquilo que o diretório decidir”, comentou o vereador.

  • e56372e2dbf3c5b15539409ab24fc83d
  • 02ff9d546c7bcd45732f18ac139ca6cb
  • 71b428bc9b0f3b990bda61d1187406f6
  • 745beb0d749c107a97dc5614381c4676
  • fe20e336d8edb6d6238061525bcb90cb
  • e982de10158d3e542e362431ac731383