Geral

Hemosc adota novos critérios de doação de sangue para quem teve Covid-19

As pessoas que testaram positivo para a doença podem doar após 10 dias da completa recuperação

Divulgação

O Centro de Hematologia e Hemoterapia de Santa Catarina (Hemosc) passou a adotar novos critérios para os doadores de sangue voluntários que tiveram Covid-19. A partir de agora, as pessoas que testaram positivo para a doença podem doar após 10 dias da completa recuperação. Antes, os doadores precisavam aguardar 30 dias. A mudança foi estabelecida pelo Ministério da Saúde em nota técnica para todos os hemocentros do país.

O coordenador de Captação de Doadores do Hemosc, Silvio Antônio Battistella, explicou que com aumento exponencial do número de infectados no país, a revisão das orientações previstas na Nota Técnica e a redução deste tempo para 10 dias vão auxiliar os hemocentros, especialmente diante das dificuldades em se conseguir doadores saudáveis.

Battistella reforçou ainda que os candidatos à doação de sangue que tiveram contato a um caso confirmado deverão ser considerados inaptos pelo período de 7 dias após o último contato com essas pessoas. Não apresentando nenhum sintoma, pode ser doador.

Atendimento com hora marcada

  • A doação de sangue está funcionando com agendamento prévio, que pode ser feito por telefone ou pelo site
  • Mais informações sobre a doação de sangue aqui 
  • Onde doar e horários aqui 
  • Agendamentos aqui 
Com informações do TNSul

Notícias Relacionadas

Cidade de SC lança cartilha de saúde em idioma do Haiti para atender os mais de 300 imigrantes

Objetivo do material é facilitar a comunicação entre esse grupo e os profissionais da áre da saúde

SC tem menor taxa de desemprego do país no 1º trimestre de 2022, segundo IBGE

Taxa de desemprego no Estado foi de 4,5%, menos da metade do dado médio nacional que foi de 11,1%

Trio é suspeito de matar homem a tiros e facadas em SC

Crime ocorreu no interior de Itaiópolis, na noite de domingo (15)

Turismo nacional avança mais de 75% em março na comparação com 2021

Dados do Índice de Atividades Turísticas do Brasil reforçam as perspectivas de recuperação do setor