Saúde

Hemosc faz alerta sobre estoques de sangue em baixa na temporada de verão

No período de férias a demanda aumenta, mas a quantidade de doadores cai

Divulgação

O Centro de Hematologia e Hemoterapia de Santa Catarina (Hemosc) faz um alerta sobre os estoques de sangue que ficam defasados na temporada de verão e reforça a importância das pessoas que fazem doações neste período de festas e viagens.

Nos meses de férias, a demanda tende a aumentar, mas o número de doadores diminui, o que causa preocupação nas unidades de Santa Catarina.

— Convidamos todos os que são doadores e aqueles que querem doar pela primeira vez que procurem o Hemosc mais próximo da sua residência. O sangue é material vital, precisamos para várias situações cirúrgicas e procedimentos médicos — afirmou Rafael Silva, coordenador Hemosc Criciúma, em entrevista ao g1.

Em Santa Catarina, é possível que a doação de sangue seja feita em uma das nove unidades presentes nas cidades de Florianópolis, Blumenau, Chapecó, Criciúma, Jaraguá do Sul, Joaçaba, Joinville, Lages e Tubarão.

Veja o que é necessário para fazer doação de sangue

Ter idade entre 18 e 69 anos, 11 meses e 29 dias;
Doadores com idade de 16 e 17 anos de idade, são aceitos para doação mediante a presença e autorização formal dos pais e/ou responsável legal;
O limite de idade para primeira doação é de 60 anos;
O candidato à doação deve estar em boas condições de saúde, sem feridas ou machucados no corpo;
Pesar acima de 50 kg (com desconto de vestimentas);
Apresentar documento de identidade com foto, emitido por órgão oficial: RG., carteira profissional, carteira de motorista, etc.
Ter repousado bem na noite antes da doação;
Evitar o jejum. Fazer refeições leves e não gordurosas, nas 3 horas que antecedem a doação;
Evitar uso de bebidas alcoólicas nas últimas 12 horas;
Evitar vir acompanhado com crianças, sem acompanhantes.

Regras relacionadas à Covid-19

Por causa do novo coronavírus, novas regras foram definidas quem deseja fazer a doação.

Pessoas que tenham se deslocado ou que tenham vindo de países com casos confirmados de infecções pelo SARS-CoV-2 não podem doar 14 dias após a viagem. Quem foi infectado pelo vírus não pode doar sangue pelo período de 30 dias após a completa recuperação (assintomáticas e sem sequelas que contraindiquem a doação).

Com informações do NSCTotal

Notícias Relacionadas

Jovem é arrastado por 90 metros após acidente na BR-470 e motorista foge

PRF conseguiu identificar o condutor do carro e caso será enviado à Polícia Civil para abertura de inquérito

Carro bate em ciclista, mata idoso e motorista foge em SC

Acidente aconteceu por volta das 19h30 de domingo

Apesar da alta nos casos, SC tem menor taxa de letalidade por Covid-19 no Brasil

A taxa de letalidade considera o número de mortes em relação à quantidade de pessoas contaminadas

Colônia de Férias do Centro Educacional Meta iniciará nesta semana

A programação terá atividades diferenciadas todos os dias, tanto no período matutino quanto vespertino.