Segurança

Homem assassinado em ponto de ônibus de Criciúma é identificado

Funerária que preparou o corpo de Marcelo, confirmou que ele será velado no cemitério municipal, localizado no bairro São Luiz; O sepultamento está previsto para às 17h

Divulgação

Marcelo Botelho Martins foi assassinado no ponto de ônibus, na noite deste domingo, 14, na rodovia Luiz Rosso.

A vítima tinha 48 anos. A informação foi confirmada pela Central de Serviços Funerários de Criciúma.

A funerária que preparou o corpo de Marcelo, confirmou que ele será velado no cemitério municipal, localizado no bairro São Luiz. O sepultamento está previsto para às 17h.

Relembre o caso

Marcelo Botelho Martins foi morto com três tiros na cabeça, na noite deste domingo, 14, na rodovia Luiz Rosso. A vítima estava em um ponto de ônibus e tinha saído do trabalho. O caso aconteceu por volta das 21h.

Segundo a Polícia Militar, uma testemunha que viu o fato revelou que uma moto preta, com duas pessoas, rodeou o local três vezes. O passageiro desceu a moto e o condutor permaneceu. O passageiro se posicionou na parte de trás da vítima e atirou na sua cabeça. Quando o homem caiu no chão, o criminoso efetuou mais dois disparos. Depois do crime, os criminosos partiram em direção ao bairro Morro Estevão.

Com informações do TNSul

Notícias Relacionadas

Natal Show da Educação em Braço do Norte é cancelado

A medida se faz necessária para cumprir as Portarias n. 1303/2021 e n. 1305/2021, ambas da Secretaria de Estado da Saúde

Satc lança curso de elétrica para funcionários de cooperativas

Curso, que terá seu início em março de 2022 é destinado a técnicos, engenheiros ou pessoas que interagem em manutenção e construção de redes de energia elétrica

PP de Lauro Müller promoverá Convenção Municipal nesta quinta-feira

O evento ocorrerá a partir das 19h30min, no Balneário Godinho, e contará com a presença de lideranças estaduais.

Cidades de SC alteram programação de Réveillon após portaria com novas regras para eventos

Protocolo do governo proíbe eventos com mais de 500 pessoas e que provoquem aglomerações