Segurança

Homem de Nova Veneza é preso com arsenal no Paraná

A dupla poderá ser condenada a mais de dez anos de prisão, além de multa.

Foto: Divulgação/ PC

Um homem de 50 anos, natural de Nova Veneza, e o comparsa dele, de 43 anos, natural de Toledo (PR), foram presos com um arsenal no Paraná por policiais federais que compõem o Núcleo de Operações (NO). O neoveneziano foi identificado como Messias Silvestre. A ocorrência foi registrada na última semana, durante a Operação Fronteira Integrada.

Segundo publicado pelo ClicAtribuna, no caminhão em que eles estavam, foram encontradas 30 pistolas e mais de 1,5 mil munições das mais variadas. Os policiais estavam em patrulha de rotina pela BR-317 quando suspeitaram do veículo Volvo, de cor branca, modelo NL10, que trafegava em alta velocidade apenas com o “cavalo”, sem transportar carreta.

Em revista na cabine do caminhão, os policiais perceberam que a cama, feita supostamente de madeira maciça, era oca. Com o uso de ferramentas, abriram o falso compartimento e encontraram vários volumes contendo pistolas e munições. Foi dada voz de prisão aos dois ho-mens, sendo conduzidos com o caminhão e todo material à Delegacia da PF em Foz do Iguaçu.

Conforme a PF, eles optaram pelo direito de não falarem diante da autoridade policial, mas somente em juízo. As armas, de fabricação austríaca e turca, estavam em perfeito estado, possuindo calibres variados como 9 milímetros, .40, 44 e 45. Entre as munições apreendidas, foram encontrados ainda calibres para uso em fuzis e metralhadoras.

A dupla poderá ser condenada a mais de dez anos de prisão, além de multa.

Notícias Relacionadas

Revólver, munições e droga são encontrados durante blitz realizada pela PMRv de Içara

Homem mata esposa e depois se suicida em Braço do Norte

No quarto do casal, local onde ocorreu o crime, foi encontrada uma faca de serra branca e um facão. O homem morreu no hospital.

Drogas, armas e munições são apreendidas durante operação policial em Laguna

Atleta de Nova Veneza é campeã do nacional de atletismo escolar em Natal

Larissa da Silva Lúcio, de 16 anos, competiu em duas provas: salto em altura e 800 metros