Segurança

Homem é condenado por matar mulher e enterrar corpo na horta de casa em Lages

Crime ocorreu na Serra catarinense em 2018, e julgamento do homem de 62 anos foi nesta terça. Segundo denúncia, ele agrediu companheira até a morte

Divulgação

O homem acusado de agredir a companheira até a morte e de enterrar o corpo dela no quintal de casa, onde ficava a horta, foi condenado a 17 anos de prisão. O julgamento ocorreu nesta terça-feira (27) em Lages, na Serra catarinense.

Apenas os filhos do casal puderam acompanhar o júri que durou quatro horas e foi realizado no Fórum da cidade.

O crime ocorreu em setembro de 2018 após uma discussão que teria sido motivada por ciúmes. O acusado, de 62 anos, e a vítima, Maria Eva Varela Lopes, de 54 anos, estavam juntos há 30 anos.

O homem confessou o crime na época, mas no julgamento ficou em silêncio. Ele foi condenado por homicídio qualificado por feminicídio, motivo torpe e meio cruel, além de ocultação de cadáver.

Segundo a denúncia do Ministério Público, a vítima foi agredida, a socos, chutes e empurrões até a morte. O homem foi levado para o presidio masculino de Lages, onde deve cumprir a pena em regime fechado.

O juiz negou que ele recorra da sentença em liberdade. Até as 21h desta terça o G1 não conseguiu contato com a defesa dele.

Com informações do G1 Santa Catarina

Notícias Relacionadas

Motorista que passeava por Garopaba com CNH falsa é condenado a 3,6 anos de reclusão

O documento tinha a foto dele, mas o nome era de outra pessoa. Na delegacia, os policiais descobriram a verdadeira identidade do réu e constataram que havia contra ele um mandado de prisão em aberto, por roubo tentado.

Autor de roubo e extorsão contra duas mulheres é condenado a 10 anos de reclusão em Criciúma

O crime ocorreu em agosto de 2019, quando as vítimas foram rendidas pelo autor.

Pedreiro de cemitério condenado por enriquecimento ilícito e venda casada de serviços em Urussanga

Os fatos aconteceram entre 2010 e 2012, quando o homem era responsável pela gestão do Cemitério Municipal de Urussanga

Homem é condenado por extorquir e divulgar “nudes” de mulher com quem teve namoro

O réu foi condenado a 14 anos, dez meses e 22 dias de reclusão, em regime fechado, além do pagamento de 40 dias-multa.