Segurança

Homem é morto a tiros após perseguição pela BR-101 em Araranguá

Wagner Ramos da Silva dirigia um Peugeot 208 e perdeu a direção do veículo depois que dois homens em uma moto efetuaram disparos contra ele.

Foto: Romildo Black / Correio do Sul / Divulgação

Um homem de 28 anos foi morto a tiros após uma perseguição na BR-101 em Araranguá. Wagner Ramos da Silva dirigia um Peugeot 208 e perdeu a direção do veículo depois que dois homens em uma moto efetuaram disparos contra ele. Desgovernado, o carro foi parar em uma plantação na marginal da rodovia, e ali um dos homens desceu da moto e executou o motorista.

A ação ocorreu durante a tarde de sexta-feira, na localidade de Sanga da Toca, e testemunhas relataram o ocorrido no posto da Polícia Rodoviária Federal – PRF que fica na região. O delegado Lucas Fernandes da Rosa, coordenador da Divisão de Investigação Criminal – DIC de Araranguá, informou que a arma usada no crime foi uma pistola .380. Os homens utilizaram uma motocicleta vermelha na ação.

Ainda segundo o delegado, o motorista tinha informações penais, mas ele não deu detalhes para não atrapalhar as investigações. O homem executado trafegava no sentido Sul – Norte da rodovia federal, e após o crime a dupla que estava na moto fugiu no sentido contrário.

Com informações do site NSC Total

Notícias Relacionadas

Polícia Civil apresenta dados positivos na repressão de roubos em Criciúma com prisões realizadas e criminosos identificados

Comparado com 2018, os dados indicam redução de roubos com uso de arma de fogo, roubos em residência e roubos com mais de três autores, com estabilização da quantidade de roubos gerais.

Morador é executado com cinco tiros em Criciúma

Segundo informações, a vítima saiu recentemente do presídio e possui passagens por pedofilia e estupro de vulnerável.

Sentença de pronúncia levará para júri casal acusado por homicídio cometido com espada em Orleans

Segundo os autos, os crimes aconteceram em março deste ano, no bairro Rio das Furnas

Polícia Civil cumpre mandados contra suspeitos de latrocínio em Sombrio