Norte

Homem morre vítima de febre amarela em Santa Catarina

Casos de óbito não eram registrados no estado desde 1966.

Foto: Divulgaçãofebre amarela

 

Foi confirmada há poucos instantes a primeira morte do século por febre amarela em Santa Catarina. A confirmação veio pelo Instituto Carlos Chagas (ICC) – Fiocruz do Paraná, após diagnóstico laboratorial referente a morte de um homem de 36 anos, de Joinville. A morte aconteceu no dia 12 de março. A última morte de humanos por febre amarela no estado havia sido em 1966.

A vítima não tinha feito vacina contra a doença. A investigação começou já que existia suspeita em relação a causa da morte. A Diretoria de Vigilância Epidemiológica de Santa Catarina (DIVE/SC) realizará coleta em Joinville durante a próxima semana, junto com a equipe da vigilância epidemiológica. Moradores de uma área de 300 metros próximos da residência do homem serão vacinados.

Em 2019 o estado passou a fazer parte da área de risco da febre amarela. A partir de então os municípios passaram a fazer campanhas de vacinação, sendo que as doses são gratuitas e oferecidas mesmo fora dos períodos de campanha.

Com informações do site 4oito

Notícias Relacionadas

Morador é executado com cinco tiros em Criciúma

Segundo informações, a vítima saiu recentemente do presídio e possui passagens por pedofilia e estupro de vulnerável.

Filha de vítima de latrocínio será indenizada em R$ 300 mil pelo autor do crime em Santa Rosa do Sul

O crime ocorreu em março de 2013, na cidade de Santa Rosa do Sul, e o acusado foi condenado a 20 anos de reclusão em regime fechado.

Médica é condenada por morte de paciente após cirurgia em Orleans

O fato aconteceu em setembro de 2014, quando a vítima havia sido internada para a retirada de um cisto no ovário.

Família informa morte de empresário suspeito de estar com Coronavírus em Criciúma

A vítima estava internada na UTI e ainda aguardava os resultados dos exames de Covid-19