Segurança

Homem perde a vida após mergulho em SC; resgate foi dificultado pela chuva

Conforme a Defesa Civil de Garuva, testemunhas relataram que a vítima foi desafiada a atravessar nadando o rio São João. Local, que possui sinalização, é considerado perigoso.

Foto: Corpo de Bombeiros/Divulgação

Um trágico afogamento tirou a vida de um homem de 28 anos em Garuva, no Norte de Santa Catarina. Os esforços dos bombeiros para resgatar a vítima foram obstaculizados pela forte chuva que atingia a região.

Segundo relatos da Defesa Civil municipal, o incidente ocorreu quando Gean Carlos Souza, identificado como a vítima pela Polícia Científica, participava de um grupo que o desafiou a atravessar nadando o perigoso rio São João, ignorando as placas de advertência.

No entanto, as condições climáticas na área foram desafiadoras. A chuva persistente que assolou a região, resultando em 63,4 mm de precipitação em 24 horas, tornou as operações de resgate ainda mais difíceis. A vizinha Joinville, a apenas 38 quilômetros de distância, havia declarado estado de emergência devido aos temporais.

Apesar das adversidades, os bombeiros persistiram nas buscas. Com o rio em um nível elevado e a visibilidade prejudicada pela lama, os socorristas tiveram que explorar as margens, abrir trilhas e enfrentar a vegetação densa.

Após uma avaliação cuidadosa da dinâmica do rio, a equipe identificou um ponto onde a correnteza se acalmava, próximo ao local do afogamento. Foi lá que, após uma busca exaustiva, o corpo de Gean foi encontrado a uma profundidade de cerca de 6 metros, encerrando o angustiante esforço de resgate.

Informações retiradas do g1 SC

Notícias Relacionadas

Prefeito, vereadores e um servidor de Urussanga são presos por suposta compra de apoio político

Prisão é contra Luis Gustavo Cancellier (PP), Elson Roberto Ramos (Republicanos), Thiago Mutini (PP) e mais um servidor comissionado

Vereadores de Orleans aprovam implantação do Programa Municipal de Equoterapia

Projeto de Lei foi aprovado por unanimidade durante a sessão ordinária desta segunda-feira, dia 15.

Governo propõe salário mínimo de R$ 1.502 em 2025

Reajuste segue previsão de 3,25% do INPC mais alta de 2,9% do PIB

Parados e sem previsão: A saga dos motoristas retidos no Morro dos Cavalos

Ainda não há uma previsão concreta para a reabertura da via