Segurança

Homem que matou mulher e guardou corpo no freezer recebe pena de 15 anos de prisão em SC

Jovem foi asfixiada após uma briga em março de 2019. Após decretação da prisão preventiva, réu foi encontrado no interior de MG e trazido a Joinville para julgamento

Divulgação

O homem de 28 anos acusado de matar D.F.C, de 22 anos, em março de 2019 foi condenado pelo Tribunal do Júri de Joinville, no Norte de Santa Catarina, a 15 anos de prisão em regime fechado. A decisão foi publicada na última semana e divulgada pela Justiça do estado na sexta-feira (18).

Segundo o inquérito, a mulher foi asfixiada após uma briga em março de 2019. Depois do crime, o homem guardou o corpo dela em uma geladeira e jogou em um córrego. Ela foi encontrada dias depois.

Vítima e assassino se conheceram por meio de um aplicativo digital. O crime aconteceu na casa do homem, segundo as investigações.

Após a decretação da prisão preventiva, o réu foi encontrado no interior de Minas Gerais e trazido a Joinville para julgamento. A condenação do homem foi a 38ª e última sessão do Tribunal do Júri de 2020.

Com informações do G1 SC

Notícias Relacionadas

Incêndio de grandes proporções atinge madeireira em Orleans

O Corpo de Bombeiros de Orleans foi acionado na manhã deste domingo, dia 20, por volta das 6h20min da manhã, para atender um incêndio em uma madeireira no bairro Oratório, município de Orleans.

Nova Veneza celebra 130 anos com entrega de rua e corte de bolo

O tradicional corte do bolo de aniversário também foi realizado.

Mais de 300 mil doses de vacina contra Covid-19 desembarcam em SC

Nova remessa com doses do imunizante deve chegar ao aeroporto da Capital Catarinense durante a noite.

Urussanga: dois homens são presos por tráfico de drogas

Cerca de 43 buchas de cocaína, celulares e dinheiro foram apreendidos.