Segurança

Homem que matou mulher e guardou corpo no freezer recebe pena de 15 anos de prisão em SC

Jovem foi asfixiada após uma briga em março de 2019. Após decretação da prisão preventiva, réu foi encontrado no interior de MG e trazido a Joinville para julgamento

Divulgação

O homem de 28 anos acusado de matar D.F.C, de 22 anos, em março de 2019 foi condenado pelo Tribunal do Júri de Joinville, no Norte de Santa Catarina, a 15 anos de prisão em regime fechado. A decisão foi publicada na última semana e divulgada pela Justiça do estado na sexta-feira (18).

Segundo o inquérito, a mulher foi asfixiada após uma briga em março de 2019. Depois do crime, o homem guardou o corpo dela em uma geladeira e jogou em um córrego. Ela foi encontrada dias depois.

Vítima e assassino se conheceram por meio de um aplicativo digital. O crime aconteceu na casa do homem, segundo as investigações.

Após a decretação da prisão preventiva, o réu foi encontrado no interior de Minas Gerais e trazido a Joinville para julgamento. A condenação do homem foi a 38ª e última sessão do Tribunal do Júri de 2020.

Com informações do G1 SC

Notícias Relacionadas

Carro pega fogo após colisão na Avenida Patrício Lima, em Tubarão; VEJA VIDEO

Os bombeiros estão no local e controlaram as chamas

Proposta de participação de agricultores de SC no Programa de Aquisição de Alimentos foi aprovada pelo governo federal

Secretaria de Saúde programa plano operacional da vacinação contra a Covid-19 em Lauro Müller

A vacinação vai iniciar com idosos acima de 75 anos e profissionais de saúde, no primeiro momento. A partir daí novas etapas serão realizadas com outras idades e grupos

Polícia Civil de Criciúma finaliza investigação por roubos e homicídio e um homem é preso

Os investigados, 24 e 23 anos, são apontados como autores de roubo contra um taxista no bairro Presidente Vargas em Içara